Metro embarca na Tall Ships Races Lisboa 2020 por uma mobilidade mais eficaz e ecológica

Metro embarca na Tall Ships Races Lisboa 2020 por uma mobilidade mais eficaz e ecológica

Categoria Advisor, Agenda

A Associação Portuguesa de Treino de Vela (APORVELA), entidade responsável pela organização da escala portuguesa da Tall Ships Races, acaba de anunciar que o Metropolitano de Lisboa será um dos seus parceiros oficiais de mobilidade. A maior aventura dos 7 mares chega à capital portuguesa nos dias 2, 3, 4 e 5 de julho e estima-se que centenas de milhares de pessoas se desloquem até ao recinto, no Terminal de Cruzeiros de Santa Apolónia, com o intuito de observar os maiores veleiros do mundo.

“A TSRLX20 não é apenas mais um evento. Trata-se do maior acontecimento gratuito, family friendly, deste país que, nos anos anteriores, registou cerca de 500 mil visitantes durante os quatro dias. Santa Apolónia não tem estacionamento para tantos carros e, como tal, esta parceria é fundamental para que tudo possa correr da melhor forma. O objetivo é que as pessoas se desloquem de transportes públicos até ao recinto, procurando evitar constrangimentos no trânsito e, ao mesmo tempo, respeitar o posicionamento ecologicamente mais responsável assumido para esta edição. Este entendimento com o Metro surge na sequência do nosso Plano de Mobilidade e em breve esperamos poder comunicar acordos com mais operadores”, justifica João Lúcio, presidente da APORVELA.

No âmbito desta parceria, para além de promover a TSRLX20 nos expositores das carruagens e nas diversas estações da cidade, o Metropolitano de Lisboa terá um espaço no recinto onde irá ativar o seu Clube Metrox – um espaço exclusivamente dedicado às crianças que contará com diversas atrações ao longo dos vários dias.

“O Metropolitano de Lisboa, com o objetivo de fomentar a atividade desportiva como fator de coesão e desenvolvimento social, associa-se frequentemente a atividades desportivas desde que estas promovam estilos de vida saudáveis, como parte da sua responsabilidade social e como forma de contribuir para a qualidade de vida na cidade de Lisboa.  O Metropolitano de Lisboa considera que esta é uma forma construtiva de também promover a utilização do transporte público facilitando a Mobilidade Urbana. Ao transportar cerca de 600 mil pessoas por dia através de um modo de transporte não diretamente poluente, o Metropolitano de Lisboa concorre, de forma efetiva, para a descarbonização da cidade e para a sustentabilidade da área metropolitana de Lisboa, proporcionando níveis adequados de qualidade do serviço de transporte público aos seus clientes com reduzido impacto ambiental, otimizando os recursos disponíveis e contribuindo para a manutenção de um planeta mais verde e de uma cidade mais descarbonizada”, afirma Vítor Domingues dos Santos, presidente do Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa.