Ministério do Ambiente abre inquérito sobre incidente com catamarã no Tejo

Ministério do Ambiente abre inquérito sobre incidente com catamarã no Tejo

O Ministério do Ambiente vai abrir um inquérito para apurar as circunstâncias que levaram um catamarã da Transtejo a encalhar, ontem à tarde, perto do cais do Montijo, com 91 passageiros a bordo, anunciou fonte governamental.

Segundo o comandante da capitania do porto de Lisboa, Malaquias Domingues, a embarcação encalhou pelas 17h25, a cerca de 50 metros do cais do Montijo, no rio Tejo. Na embarcação encontram-se, ainda, a bordo cinco tripulantes e as operações para desencalhar o catamarã iniciaram-se ontem ao início da noite, quando a maré subiu, acrescentou a fonte da autoridade marítima.

Segundo Isa Lopes, porta-voz da Transportes de Lisboa, a embarcação partiu do Cais do Sodré, em Lisboa, às 17h00 de ontem e na aproximação ao cais do Montijo encalhou “devido a uma avaria nas máquinas e à maré baixa”. “As pessoas estão bem e quando a maré subir serão iniciadas as operações para desencalhar o catamarã e realizar o transbordo para outra embarcação”, explicou a responsável da empresa que junta a Transtejo, Carris e Metro de Lisboa.