MSC Cruzeiros amplia o seu programa de gestão ambiental

MSC Cruzeiros amplia o seu programa de gestão ambiental

Categoria Advisor, Empresas

A MSC Cruzeiros, companhia privada de cruzeiros, anunciou um novo capítulo no seu programa de gestão ambiental, através da introdução do compromisso para eliminação de plásticos de utilização única em toda a sua frota de modo a introduzir alternativas sustentáveis, mediante disponibilidade.

No âmbito do Programa de Redução de Plásticos, até ao final de Março 2019, a MSC Cruzeiros irá eficazmente eliminar de forma gradual um extenso número de objetos de plástico de todas as operações dos navios no mar e em terra, substituindo-os por soluções ecológicas. Como primeiro passo, a companhia já começou por substituir, até ao final de 2018, todas as palhinhas de plástico por palhinhas biodegradáveis.

Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da MSC Cruises, afirma que “na MSC Cruzeiros, temos a missão de disponibilizar aos viajantes a melhor experiência de férias no mar e estamos totalmente comprometidos em proporcioná-la de uma forma sustentável. Por este motivo, estamos numa contínua evolução para reduzir o impacto ambiental proveniente das operações dos nossos navios. A eminente eliminação de objetos plásticos descartáveis de toda a nossa frota é mais um passo que tomamos nessa direcção. Mais importante, no âmbito do nosso programa global de gestão ambiental, esta ação representa mais um marco no nosso compromisso total no que respeita à conservação e proteção do recurso mais precioso do nosso planeta: os mares e oceanos”.

Eduardo Cabrita, Director Geral da MSC Cruzeiros em Portugal, destaca que “a indústria de cruzeiros tem dado grandes passos no sentido de remover objetos plásticos descartáveis das operações dos seus navios. Contudo, o programa da MSC Cruzeiros, está a elevar esses esforços a um nível superior,  avançando muito rapidamente nessa direção. Até o final de dezembro de 2018, teremos já alcançado um primeiro marco com a eliminação gradual de todas as palhinhas de plástico descartáveis, seguido por outro passo importante em Março de 2019, quando praticamente todos os plásticos descartáveis forem removidos ou substituídos – caso haja alternativas disponíveis”.

“Como uma empresa jovem, mas já instituída na indústria de cruzeiros, a MSC Cruzeiros cresceu e evoluiu desde o primeiro dia com uma mentalidade de respeito ambiental e para com os oceanos, e tem incessantemente tomado medidas para reduzir o seu impacto no meio ambiente. Por exemplo: há quase 10 anos (desde 2009) deixamos de fornecer produtos de higiene pessoal descartáveis em camarotes, como produtos de banho ou shampoo em embalagens plásticas de uso único, instalámos, em vez disso, distribuidores sustentáveis de sabonetes e shampoos recarregáveis nas casas de banhos dos camarotes”, afirma Eduardo Cabrita. “A profundidade e a diligência deste programa são excepcionais e únicas: não se trata apenas de palhinhas descartáveis ou de pequenos objectos ‘visíveis’ nos restaurantes. O objectivo é também eliminar todos os artigos plásticos descartáveis “invisíveis” inseridos em toda a nossa cadeia de abastecimento – e substituí-los por alternativas sustentáveis, quando disponíveis.”

“Este é um compromisso que estamos a levar muito a sério: como parte deste Programa, a nossa sede corporate em Genebra já mobilizou milhares de parceiros e fornecedores com um pedido firme para remover todos os plásticos de nossa cadeia de abastecimento. Estamos também a exigir a sua acção específica, bem como o compromisso dos mesmos para nos apoiar neste processo.”

Ao longo dos anos, a MSC Cruzeiros tem vindo a tomar medidas voluntárias no âmbito do seu programa de gestão ambiental, de modo a manter este compromisso. Através de uma série de ações anteriores, todos os navios da MSC Cruzeiros foram sistematicamente preparados para este programa e estão já equipados com instalações de reciclagem de última geração e sistemas eficientes de gestão de resíduos. Todos os tripulantes estão envolvidos nos esforços da Companhia para separar e tratar os resíduos de acordo com os requisitos regulamentares da MARPOL e os princípios ambientais da CLIA para prevenir a poluição marinha. Os seus esforços são monitorizados de perto por um sistema abrangente e coerente de modo a gerir e a controlar todos os aspetos ambientais a bordo e em terra. Uma equipa de funcionários ambientais habilitados e dedicados em toda a frota garante que as políticas e a visão da empresa sejam efetivamente implementadas. Através de um programa de formação consistente, a companhia esforça-se continuamente para elevar os padrões neste campo, para obter as melhores práticas de gestão e reciclagem de resíduos.

De modo a ir ao encontro e a exceder os seus objetivos ambientais, a MSC Cruzeiros encontra-se neste momento também em processo para eliminar praticamente todos os plásticos descartáveis da sua frota e operações em terra. Até março de 2019, todas as colheres de café, copos, sacos de plástico, bem como todos os objetos plásticos descartáveis que possam ser substituídos serão gradualmente eliminados e repostos por alternativas mais ecológicas. Embalagens de artigos descartáveis tais como pacotes de manteiga, compotas ou iogurtes serão removidos e serão postos em prática processos para disponibilizar aos viajantes soluções práticas e ecológicas.

Enquanto a companhia trabalha no sentido de cumprir este compromisso, uma medida posta em acção de imediato em toda a frota será a eliminação de todas as palhinhas descartáveis. Já no final de 2018, a MSC Cruzeiros vais disponibilizar palhinhas completamente biodegradáveis e comportáveis, não só a bordo a bordo dos navios, mas também em terra. Para além disso, as bebidas já não serão automaticamente servidas com uma palhinha, uma medida que reduzirá em 50% o consumo total de palhinhas. Os viajantes que necessitem de uma palhinha terão a possibilidade de escolher entre uma grande variedade de opções ecológicas. Esta prática estende-se também aos destinos insulares da companhia, aos escritórios em terra e às excursões que a MSC Cruzeiros oferece.

A MSC Cruzeiros vai trabalhar em parceira com vários fornecedores locais e internacionais nas regiões onde os navios operam de modo a disponibilizar alternativas ecológicas feitas de resinas 100% biodegradáveis, consistindo em recursos renováveis, incluindo ácido poliolátrico à base de milho ou açúcar, bambu, papel ou outros materiais orgânicos. Para além disso, a companhia encontra-se também a trabalhar ativamente com fornecedores a todos os níveis da cadeia de fornecimentos, para remover com eficácia, sempre que possível, os plásticos descartáveis em produtos e embalagens.

Esta próxima conquista será o primeiro passo de um amplo Programa de Redução de Plásticos, que visa eliminar o plástico descartável de uso único – quando for possível a sua substituição – e reduzir o uso dos plásticos de um modo geral. No entanto, este é um processo contínuo e, quando a tecnologia não permitir a substituição sustentável dos plásticos por outros artigos, a MSC Cruzeiros quer garantir que todos os objectos plásticos descartáveis sejam reciclados corretamente. Para este fim, e uma vez que este pretende ser uma programa abrangente, a MSC Cruzeiros trabalhará em parceira com um líder global em inspecção, verificação, testes e certificação, para garantir que as atividades de reciclagem sejam verificadas e certificadas por uma organização especializada.

Pierfrancesco Vago conclui: “Na MSC Cruzeiros estamos a trabalhar em parceira com uma empresa de certificação líder mundial para garantir que todos os objectos de plástico restantes, para os quais atualmente não há substituição viável, sejam efetivamente reciclados. Isso garantirá uma solução completa – independentemente de onde os nossos navios estejam a navegar – ou seja, não só no mar, para que os restantes objetos das operações dos nossos navios não tenham impacto nos oceanos, mas também em terra, para benefício de todas as populações que são afetadas pelas nossas operações a nível mundial.”