Município do Seixal promove projetos inovadores no Portugal Smart Cities

Município do Seixal promove projetos inovadores no Portugal Smart Cities

Categoria Advisor, Agenda

O Município do Seixal vai uma vez mais marcar presença no Portugal Smart Cities Summit 2020, que se realiza de 22 a 24 de setembro, das 10 às 19 horas, no Pavilhão Rio do Centro de Congressos de Lisboa, na Junqueira. No stand, estarão em destaque os projetos Seixal + e Seixal On, informa o município em comunicado.

O Seixal + é um projeto que promove uma maior participação e proximidade com a população. Para a sua implementação, foram criados gabinetes de participação, que organizam debates e realizam intervenções de acordo com as propostas e necessidades da população, intervindo no espaço público, mas também com outras ações como limpeza ou manutenção. Para uma melhor resposta, vai ser criada a plataforma Seixal +, uma nova aplicação móvel que irá permitir ao município reportar em tempo real as mais variadas ocorrências no concelho e acompanhar a sua resolução.

Já o Seixal On consiste num conjunto de projetos inovadores assentes em soluções tecnológicas. No certame, segundo o município, será dado destaque ao Laboratório Vivo para a Descarbonização, uma área de experimentação de soluções inovadoras ao longo das margens da Baía do Seixal, nomeadamente um ecorrestaurante, a utilização e carregamento de veículos elétricos, contadores de água e iluminação pública inteligentes, quiosques verdes, entre outras. O seu objetivo passa pela “melhoria da qualidade de vida dos cidadãos” num município sustentável e assim, “dar continuidade ao processo de redução de emissões de COque, entre 2007 e 2018 sofreram um decréscimo de cerca de 36%”, fruto do compromisso assumido, no âmbito do Pacto de Autarcas.

Segundo o presidente do executivo, Joaquim Santos, “estamos presentes nesta cimeira, porque somos um concelho inovador na prestação de serviço público e na implementação de soluções tecnológicas para a redução da pegada de carbono”. O autarca acrescenta ainda que “a participação do município no Portugal Smart Cities Summit demonstra-se de elevada importância, quer para a troca de conhecimento e a implementação de redes de partilha e de parceiros, como para a comunicação da estratégia e das iniciativas”.

Para minimizar os possíveis impactos inerentes à covid-19, o Centro de Congressos de Lisboa preparou um Plano de Mitigação de Riscos, tendo em conta as orientações da Organização Mundial da Saúde e da Direção Geral da Saúde.