NEC quer ajudar Adelaide a tornar-se uma Cidade Inteligente de Referência Mundial

by Inês Gromicho | 18 Maio 2016 07:45

A NEC Corporation anunciou que a Universidade de Adelaide e a NEC Austrália chegaram a acordo para colaborar num projeto de cidades inteligentes que contribuirá para acelerar a inteligência, o dinamismo e a sustentabilidade das cidades. A urbanização, a pressão demográfica e a escassez de recursos estão a criar a necessidade de desenvolver soluções para cidades inteligentes em que a tecnologia permite maior eficiência e maior segurança. Dada esta necessidade, a NEC Austrália anunciou o estabelecimento de uma nova parceria com a Universidade de Adelaide, através de um memorando de entendimento que une esforços conjuntos para a construção das cidades mais eficientes, seguras e sustentáveis do futuro.

A Universidade de Adelaide, um dos principais centros de investigação na área das Cidades Inteligentes, reuniu um grupo multidisciplinar de investigadores com parceiros da indústria e do governo, para desenvolver competências de investigação na área das cidades inteligentes. As cidades inteligentes estarão capacitadas pelas tecnologias digitais e irão criar infraestruturas e ecossistemas sustentáveis que beneficiam as comunidades e as empresas. A NEC Austrália e a Universidade de Adelaide pretendem colaborar em projetos de interesse mútuo no domínio da investigação nesta área.

“Estamos ansiosos por trabalhar em estreita colaboração com a Universidade de Adelaide para encontrar respostas inovadoras baseadas no conceito das Cidades Inteligentes, para endereçar os desafios da vida nos grandes centros urbanos. A combinação da excelência de investigação da Universidade de Adelaide com as competências globais e locais da NEC em tecnologias essenciais para as cidades inteligentes, darão origem a novas oportunidades neste campo ”, afirma Mike Barber, diretor executivo da NEC Austrália.

As tecnologias da NEC que suportam a sua visão das Cidades Inteligentes incluem redes de sensores sem fios, sistemas de monitorização e controlo em tempo real, e cloud computing. A abordagem da NEC Austrália à inovação combina as suas capacidades locais de conceção, desenvolvimento e suporte, com a I&D internacional, bem como a colaboração com o governo, universidades e empresas em projetos que agreguem valor social. Os esforços da NEC neste campo, a nível internacional, incluem a sua parceria com a Bristol Is Open no Reino Unido, uma joint-venture entre a Câmara Municipal de Bristol e a Universidade de Bristol.

A Bristol Is Open visa criar a primeira cidade aberta e programável do mundo, apoiando a criação de novos e inovadores serviços inteligentes para as pessoas, empresas e universidades. Neste âmbito, a NEC tem vindo a fornecer as mais avançadas tecnologias de informação e comunicação, incluindo comutadores compatíveis com Software-Defined Networking (SDN), pequenas células LTE e sistemas de feixes rádio micro-ondas ultracompactos iPASOLINK, auxiliando a Bristol is Open na construção de uma plataforma de ensaio de cidades inteligentes.

As inovações da NEC estão já a disponibilizar funcionalidades de cidade inteligente na Austrália. Por exemplo, a NEC Austrália está a fornecer o novo sistema de gestão de informação sobre a rede de distribuição de água da Western Australia Department of Water’s, para melhorar a sua capacidade de gerir os recursos hídricos de forma sustentável em todo o estado.

As tecnologias de segurança pública são outro dos aspetos críticos das Cidades Inteligentes. As tecnologias de identificação biométrica da NEC, internacionalmente reconhecidas, estão agora a ser utilizadas em smartphones da Polícia do Sul da Austrália e da Polícia do Território do Norte, para o combate ao crime e para permitir identificações imediatas. A biometria, combinada com sistemas de controlo de acesso e de monotorização vídeo, permitirá assegurar que as Cidades Inteligentes serão capazes de responder rapidamente a incidentes de segurança, sempre que necessário.

Source URL: https://www.ambientemagazine.com/nec-quer-ajudar-adelaide-a-tornar-se-uma-cidade-inteligente-de-referencia-mundial/