O Navia™ fecha o ciclo e cria um novo paradigma na gestão do ciclo urbano da água

O Navia™ fecha o ciclo e cria um novo paradigma na gestão do ciclo urbano da água

Será que não está na hora da sociedade como um todo assumir a preservação desse recurso vital, que é agua? Ou seja, será que eu, comum cidadão, quando não tenho água, ou vejo a minha praia poluída, tenho o direito de pensar que a culpa é toda do Município, ou da entidade que gere os sistemas de água?

Se é certo que normalmente é assim que acontece, é igualmente certo que esta forma de estar vai mudar. Aliás, já está a mudar ou, se quisermos, a evoluir. As razões são muitas, entre elas sobressaem as alterações climáticas, o aumento do custo da água, a responsabilização social e ambiental e, esse conceito tão em voga, de smart cities.

Parecendo evidente que vai ser assim, metemos mãos à obra! Alargamos o conceito de plataforma colaborativa para a gestão de infraestruturas de águas, que temos embebido no NAVIA, passando a englobar os cidadãos e as entidades que populam os municípios e as regiões. Atrevemo-nos a chamar a este este conceito, smart utilities, e pretendemos efetivamente contribuir para a qualidade de vida das pessoas, para a sustentabilidade dos recursos e para a preservação do meio ambiente.

Tivemos uma preocupação central; não desenvolver apenas mais uma App!

Desenvolvemos um meio de comunicação multicanal, que efetivamente liga o cidadão às equipas que têm responsabilidades nas mais variadas infraestruturas de uma cidade, comunicando-lhes, em tempo real e com a sua terminologia, as mais diversas ocorrências que podem acontecer no espaço publico. ❶

A partir desta comunicação os técnicos da entidade, têm no seu NAVIA, tudo o que precisam para avaliar a situação e encaminha-la para as equipas de terreno. ❷

Nas ruas e nas infraestruturas, as equipas de terreno recebem de forma amigável, no seu tablet, a ordem de serviço e toda a informação de que necessitam para avaliar e resolver o problema, documentando, de forma expedita, toda a atividade realizada. ❸

Em back-office os responsáveis pela operação, avaliam o trabalho feito, contabilizando custos, tempos, recursos e a qualidade do serviço prestado. ❹

O NAVIA automaticamente fecha o ciclo, comunicando aos cidadãos que participaram a ocorrência a sua resolução e solicitando uma avaliação dos serviços. ❺

Tudo isto acontece de forma transparente, dentro da empresa e para a sociedade, através de uma completa integração de informação, do fácil estabelecimento de conexões e da responsabilização de todos os intervenientes.

O objetivo é que, da próxima vez que o cidadão ficar sem água e reclamar, a entidade lhe possa perguntar porque é que não comunicou a pequena fuga de água que estava visível há uns dias na sua rua?

É que, ainda por cima, até é fácil de fazer! Três clicks no seu mobile phone e já está!
É um novo paradigma; smart utilities for better cities. Conheça-o em www.naviasolutions.com

 

(Texto da responsabilidade da Navia, que pode ser lido na íntegra na Edição 72 da Ambiente Magazine)