Oceanário de Lisboa comemora Dia da Criança com jogos e histórias divertidas

Oceanário de Lisboa comemora Dia da Criança com jogos e histórias divertidas

Categoria Advisor, Agenda

No dia 1 de junho, sábado, o átrio principal do Oceanário de Lisboa vai ser palco de várias atividades para celebrar o Dia da Criança em família. O grande destaque do dia, segundo a nota informativa do Oceanário, será a leitura do conto “O Xerife da Ria Formosa”, mote para a realização de jogos, desenhos e pinturas, com educadores marinhos.

Também o Vasco, o super-herói defensor do oceano, marcará presença ao longo do dia, animando a visita ao aquário e brincando com os mais novos. A mascote do Oceanário ajuda as crianças a descobrir o fantástico mundo do fundo do mar, dando dicas para salvar o oceano.

A hora do conto e o jogo terão sete sessões ao longo do dia para todos poderem participar. A primeira tem início marcado para as 10h30, repetindo-se depois de hora a hora, com a última sessão às 17h00. A participação nestas atividades não acresce qualquer custo ao bilhete de visita da exposição.

O livro e jogo “O Xerife da Ria Formosa” foram criados pela Fundação Oceano Azul em 2018, e integam a campanha de sensibilização “Salvar os cavalos-marinhos da ria Formosa”. O livro tem texto de Ricardo Henriques e ilustrações de Ana Seixas.

Dia Internacional das Lontras celebra-se a 29 de maio

No próximo dia 29 de maio, quarta-feira, o Oceanário de Lisboa assinala o dia internacional das Lontras com atividades no habitat do Pacífico que desafiam os visitantes a conhecerem melhor uma das espécies mais icónicas do aquário.

No Oceanário de Lisboa habitam quatro lontras-marinhas: a Micas e a Maré, o Odi e o Kasi. Neste dia especial, educadores e biólogos marinhos do Oceanário de Lisboa vão dar a conhecer aos visitantes as particularidades, comportamentos e rotinas desta espécie icónica e partilhar algumas das suas curiosidades mais fascinantes. Porque comem diariamente cerca de 30% do seu peso e são o animal mais peludo do mundo? Porque é que esta espécie teve de ser protegida por um tratado internacional?

Através desta iniciativa, o Oceanário de Lisboa pretende alertar e sensibilizar os visitantes para a necessidade de proteção e conservação da espécie, que, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza, tem o estatuto de conservação “Em Perigo”. Reforça, assim, o seu compromisso de contribuir para a proteção da biodiversidade marinha e de envolver todos os cidadãos na conservação do oceano, através da alteração de comportamentos.