Oceano Atlântico terá menos furacões em 2017

Oceano Atlântico terá menos furacões em 2017

Para o ano de 2017, estão previstas pelo menos três grandes tempestades no Oceano Atlântico. Estas informações foram previstas pelo instituto meteorológico privado AccuWeather, que adianta, no entanto, que este será um ano menos propício a furacões.

As razões, segundo meteorologistas do AccuWeather devem-se ao fenómeno climático do Oceano Pacífico – El Niño – e na criação de condições que poderão evitar um maior número de furacões no Atlântico.

O El Niño, caracterizado por temperaturas mais quentes do que o normal no Pacífico, pode provocar um ano chuvoso no Estado norte-americano da Califórnia, mas causar secas noutras áreas.

Os ventos fortes do oeste, gerados pelo El Niño em áreas tropicais do Atlântico, podem retardar a formação de furacões, informou a AccuWeather no relatório divulgado nesta quarta.

A temporada furacões, que começa a 1 de junho e vai até 30 de novembro, irá produzir, provavelmente, cerca de dez tempestades, sendo que cerca de metade podem evoluir para furacões.

Em 2016, a temporada de furacões foi a mais mortífera dos últimos dez anos na bacia do Atlântico, provocando a morte a 687 pessoas, acrescentou a AccuWeather.