OesteSustentável: Uma década em prol da sustentabilidade na Região Oeste

by Inês Gromicho | 29 Outubro 2020 11:53

Criada em 2010 para promover a sustentabilidade nos 12 municípios da Região Oeste, a OesteSustentável[1] – Agência Regional de Energia e Ambiente do Oeste atinge agora a sua primeira década de existência. A missão de contribuir para o aumento da eficiência energética, para a promoção da utilização de recursos renováveis e da mobilidade sustentável, e de sensibilizar para as temáticas de energia e ambiente, mantém-se para as próximas décadas.

Fazendo um balanço dos 10 anos de atividade da OesteSustentável, destacam-se os mais de 31 milhões de euros captados e aprovados em candidaturas de financiamentos europeus e nacionais de projetos com aplicação direta nos 12 municípios da região (Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Nazaré, Óbidos, Peniche, Sobral Monte Agraço e Torres Vedras). Estima-se que o total de poupanças seja de cerca de 4,7 milhões de euros por ano. Do ponto de vista do ambiente e na contribuição para o combate às alterações climáticas, evitaram-se emissões anuais de cerca de 15000 toneladas de CO2.

São vários os projetos importantes mas destaca-se o OesteLED IP ESE, que visou a melhoria da eficiência na iluminação pública (IP), que representava em alguns casos mais de 80% da fatura de eletricidade dos municípios. Sendo um dos maiores projetos de IP LED do mundo foi também pioneiro em Portugal pelo modelo de financiamento intermunicipal adotado, que evitou a necessidade de investimento inicial de capital público por parte dos municípios beneficiários, investimento esse que rondou os 16 milhões de euros.

O projeto envolveu os 12 municípios num total de 365 mil habitantes, e com uma fatura de eletricidade de aproximadamente seis milhões de euros anuais, tendo sido substituídos 68.500 pontos de luz por tecnologia LED, evitando-se um consumo de 26,4 GWh/ano, o que equivale a cerca de 7500 habitações.  Tal redução na energia utilizada, mais de 80%, foi conseguida através de exigências elevadas nos parâmetros de desempenho, que permitiram que a amortização do investimento pudesse ser feita através de uma parte dessa poupança, gerando simultaneamente um benefício líquido de 58,85% para os municípios, o mais alto conseguido em Portugal em outros contratos similares, cuja média ronda os 30%. Esse benefício ultrapassa os 2,4 milhões de euros por ano, num contrato de 12 anos, sem qualquer investimento público inicial, tendo-se também evitado emissões de cerca de 10 mil toneladas de CO2/ano. Ao nível do benefício direto nas finanças locais, este será provavelmente o projeto com maior impacto do mundo, atendendo a que Portugal pratica das tarifas de eletricidade mais caras do mundo.

A OesteSustentável também sempre apostou no trabalho com as escolas e na educação criativa para a sustentabilidade. Aqui destaca-se um projeto, já concluído com sucesso. O Ventos de Poupança 2 foi responsável pela instalação de 1450 lâmpadas LED em 29 escolas e IPSS de vários concelhos, que resultaram numa poupança estimada de 129.801 kWh/ano, evitando cerca de 53,87 toneladas de CO2 para a atmosfera, e representando uma poupança anual de cerca de 23 mil euros. Promoveu ainda, nos dois últimos anos letivos, atividades lúdico-pedagógicas usando o jogo-quizz de sustentabilidade “ÉcomLógica” para smartphones, bem como outras ações relativas à eficiência energética, abrangendo um universo escolar de mais de 100 mil alunos.

Entre 2016 e 2019, destacam-se também projetos de sustentabilidade energética na iluminação de edifícios municipais como o LEDifícios do Oeste, com mais de oito mil lâmpadas, assim como o Semáforos LED e outros 13 projetos em edifícios no âmbito do Fundo de Eficiência Energética, no âmbito do qual foram aprovados financiamentos de mais de 210 mil euros.

Recentemente, a Agência foi também convidada por entidades europeias da maior relevância, como a FEDARENE, e a Energy Cities, para ser coordenadora nacional no projeto Living Streets e para ser o perito nacional, no projeto European City Facility EUCF, distinções que confirmam um reconhecimento pelos 10 anos de empenho em prol da sustentabilidade.

Endnotes:
  1. OesteSustentável: http://www.oestesustentavel.pt/

Source URL: https://www.ambientemagazine.com/oestesustentavel-uma-decada-em-prol-da-sustentabilidade-na-regiao-oeste/