PAN defende que retoma pós-Covid-19 deve assentar numa transição económica e social sustentável

PAN defende que retoma pós-Covid-19 deve assentar numa transição económica e social sustentável

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza – defende que a retoma pós-Covid-19 deve assentar numa transição económica e social sustentável. Em comunicado, o partido indica que já deu entrada no parlamento de uma proposta de 15 medidas que passam, nomeadamente, por um “aposta no teletrabalho, na mobilidade sustentável, nas energias renováveis, na agricultura de produção local e modo biológico, no reordenamento florestal, num turismo sustentável, e no modelo de apoio às empresas.

Como parte da defendida transição sustentável, o PAN recomenda ainda ao Governo que, no âmbito do Programa Nacional de Reformas, inclua no plano de recuperação da crise económica, social e sanitária provocada pela Covid-19 a “opção estratégica por um modelo assente no investimento no combate e adaptação às alterações climáticas”, na “não aplicação de medidas de austeridade” e em “medidas de combate a interesses instalados”, refere o partido.