Panda sai da lista de animais em perigo de extinção

Panda sai da lista de animais em perigo de extinção

O panda gigante, que por anos foi símbolo da fragilidade da natureza face à devastação provocada pelo homem, está um pouco mais a salvo. O animal não consta mais da lista das espécies em perigo de extinção.

Um relatório da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) tirou o antigo estatuto de “em perigo” do panda gigante e classificou-o como “vulnerável”. Segundo a instituição, a reclassificação reflete o aumento da presença do animal nas florestas do sul da China.

A população de pandas selvagens disparou de 1.596 em 2004 para 1.864 em 2014. O resultado foi alcançado com o trabalho de agências chinesas impondo proibições à caça e expandindo reservas florestais.

Organizações de proteção dos animais saudaram a recuperação do panda. “É um sucesso significativo de conservação após anos de esforços por parte do governo chinês, de comunidades e de ONGs”, disse Glyn Davies, diretor-executivo da ONG de proteção das florestas WWF.

O ativista alertou, contudo, para a queda global de cerca de 52% nas populações de mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes em todo o mundo entre 1970 e 2010.