Papiro poupa cerca de 14 mil árvores em 2020

Papiro poupa cerca de 14 mil árvores em 2020

Categoria Advisor, Empresas

Papiro já divulgou, em comunicado, os dados relativos ao ano de 2020, no âmbito do serviço de destruição documental, onde refere “ter poupado um total de 13.750 árvores e enviado mais de 750 toneladas de papel para reciclagem”, o que resulta “num crescimento de 57% face ao ano anterior”. A empresa “enviou ainda cerca de 2.500 contentores para reciclagem, em mais de 500 pontos de recolha a nível nacional”.

Luís Bravo, CEO da Papiro relembra que “apesar de tudo o que se está a passar no mundo, concretamente com a pandemia Covid-19, a preocupação com o meio ambiente tem de estar presente e integralmente enraizada na organização das empresas, principalmente nas que gerem grandes quantidades de arquivo e documentação”.

No mesmo comunicado, a empresa estima, ainda, uma “poupança de energia de 7.425.000 kilowatts, 74.250.000 litros de água e 1925.770.308 toneladas de dióxido de carbono”, no decorrer do ano passado.

O serviço de destruição documental da Papiro assegura a destruição com a garantia de irrecuperabilidade e ilegibilidade dos documentos, de acordo com os requisitos da norma DIN 66399 e em conformidade com a norma ISO 27001 – Segurança da Informação, ISSO 14001 – Gestão Ambiental e ISO 9001:2015 – Qualidade.