Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia quer ajudar as empresas da região a serem mais verdes

Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia quer ajudar as empresas da região a serem mais verdes

Categoria Advisor, Empresas

O PACT (Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia), no âmbito do projeto LOCALCIR, quer ajudar as empresas da região do Alentejo a criarem e converterem os seus modelos de negócio, no sentido de se tornarem mais verdes e circulares.

De acordo com o PACT, as empresas participantes terão acesso a um estudo personalizado dos seus modelos de negócio, com o intuito de perceber qual o potencial que têm para incorporar boas práticas de economia circular, e a consultoria e formação para as guiar neste processo de implementação das soluções apresentadas: “Um acompanhamento que irá reforçar a inovação e competitividade das empresas, bem como a cooperação entre elas”, assegura o comunicado.

Na nota divulgada à imprensa, o PACT lembra que o “modelo económico linear” – utilizar, fazer, deitar fora – está em crise, alertando que “há muito que o planeta dá sinais de que estamos a chegar ao limite da sua capacidade física”. Por isso, “reduzir a criação de resíduos, restringir a extração de matérias-primas e apostar em modelos de produção sustentáveis não só reduzirá o impacte ambiental, como também ajudará a alcançar modelos de negócio mais sustentáveis e resilientes”, defende.

O projeto LOCALCIR, cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do programa INTERREG VA ESPAÑA PORTUGAL (POCTEP) 2014-2020, acredita que o futuro passa pela conversão do tecido empresarial em modelos sustentáveis de reduzido impacte ambiental.

As candidaturas a este programa podem ser feitas através aqui.

Para mais informações, as empresas podem entrar em contacto com o PACT, através do email: geral@pact.pt