Parque do Jamor é palco de evento que tem a floresta como pano de fundo

Parque do Jamor é palco de evento que tem a floresta como pano de fundo

Jogar na “Roda da Floresta”, fazer atividades em papel, passear de barco, experimentar minigolfe ou plantar árvores. Estas são algumas das muitas atividades que fazem parte da “Floresta em família”, o maior evento ”Dá a Mão à Floresta” – projeto de responsabilidade social e ambiental criado pela The Navigator Company -, que terá lugar no próximo dia 25 de junho, no Parque do Jamor, na Cruz Quebrada (Oeiras).

Com a floresta como pano de fundo, os mais novos e as suas famílias podem usufruir de um dia repleto de atividades ao ar livre, em plena comunhão com a natureza, que aliam uma vertente lúdica, mas também pedagógica, com o objetivo de motivar para o desenvolvimento de ações em prol de um futuro mais sustentável.

O programa do evento, que decorre entre as 9h30 e as 18h00, integra, ainda, um conjunto de iniciativas através das quais miúdos e graúdos terão, por exemplo, a experiência de fazer uma corrida no meio da floresta, lançar arcos ou jogar ao “Mikado” com ramos de árvores.

Quem se deslocar ao Jamor, na manhã do dia 25 de junho, poderá também contribuir para o aumento da área verde de um dos locais mais emblemáticos da Grande Lisboa, através da plantação de árvores promovida pelo projeto ”My Planet”.

Depois de uma pausa de dois anos motivada pelo contexto pandémico, este é um retorno bastante aguardado de um evento que tem por objetivo aproximar os mais pequenos e as suas famílias do universo da floresta, dando a conhecer a vida que nelas cresce e os produtos e serviços que nos dá.

Conhecido pelo seu caráter lúdico-pedagógico, o projeto “Dá a Mão à Floresta”, dedicado a crianças dos 4 aos 10 anos, tem como principal objetivo aproximar a empresa do público mais jovem através de ações lúdico-pedagógicas levadas a cabo em estreita ligação com a comunidade escolar. A necessidade de proteger a floresta, a valorização de produtos de origem florestal – onde está inserido o papel –, bem como a preservação do ambiente são os principais valores que o projeto procura transmitir desde a sua criação.

Já o “My Planet” assume-se como um veículo de responsabilidade social e ambiental através da partilha de conhecimento e do apoio a diversas ações levadas a cabo em conjunto com a comunidade. O projeto vai ao encontro do propósito corporativo da The Navigator Company, nomeadamente ao contribuir para a criação de valor para os seus stakeholders e para a sociedade como um todo.