“Pesca da sardinha pode acabar este ano”

“Pesca da sardinha pode acabar este ano”

O PCP exigiu, ontem, o alargamento da captura da sardinha e compensações aos trabalhadores, num encontro com a Federação de Sindicatos da Pesca em que assegurou que, nos próximos dias, será atingido o limite da quota portuguesa, avança o Jornal de Notícias.

“Estamos a poucos dias do esgotamento da possibilidade de pesca da sardinha no nosso país. É um produto muito apreciado pela nossa população, fundamental para a indústria conserveira e, por falta de intervenção do Governo português, estamos numa situação em que a pesca da sardinha pode acabar no ano de 2015, com os prejuízos que isso tem para a economia nacional e para os pescadores”, disse à Lusa Vasco Cardoso, da Comissão Política do Comité Central do PCP.

“Acompanhamos a exigência que é colocada de se encontrarem mecanismos de compensação aos trabalhadores por perda dos seus rendimentos, mas sobretudo de se reexaminar a possibilidade de alargar a captura da sardinha ainda no decorrer do presente ano”, afirmou Vasco Cardoso.

O dirigente comunista aponta “a grande contradição entre o discurso da economia do mar, do país no bom caminho e da recuperação” e a situação do sector da pesca do cerco, “em risco de poder ser arrumado até ao resto do ano sem que se conheça qualquer iniciativa da parte do Governo”, ao mesmo tempo que continua a haver sardinha no mercado, importada de Marrocos, Espanha e França.

A Federação dos Sindicatos do Sector da Pesca foi recebida, a seu pedido, pelo PCP, na sede em Lisboa.