Petrolífera ENI apresenta lucros de 767 milhões de euros no segundo trimestre

Petrolífera ENI apresenta lucros de 767 milhões de euros no segundo trimestre

Categoria Ambiente, Energia

Os lucros líquidos ajustados da petrolífera italiana ENI, ligada à exploração de gás natural liquefeito, alcançaram os 767 milhões de euros, um aumento de 66% face ao período homólogo de 2017, de acordo com o relatório de contas divulgado.

Segundo a Lusa, a petrolífera, líder do consórcio que explorará a ‘Área 4’, ao largo de Moçambique, falhou assim as previsões de analistas, que apontavam para os mil milhões de euros.

No relatório, a Eni salientou “o progresso significativo” na decisão final de investimento no projeto de extração de gás natural liquefeito (LNG) Rovuma LNG, nomeando a entrega do plano de desenvolvimento da primeira fase do projeto ao governo moçambicano.