PEV questiona autarquia de Lisboa sobre 42 edifícios municipais com amianto

PEV questiona autarquia de Lisboa sobre 42 edifícios municipais com amianto

O grupo Partido Ecologista Os Verdes (PEV) apresentou, quarta-feira, na Assembleia Municipal de Lisboa (AML), um requerimento em que solicita à autarquia a divulgação de quais os 42 edifícios sob sua responsabilidade que contêm amianto nas respetivas coberturas, faz alusão o Jornal de Notícias.

Esta ação surge depois de os ecologistas terem questionado o município, em 2014, sobre a existência de amianto em edifícios municipais. “Apresentámos uma recomendação para que a Câmara informasse, com caráter de urgência, quais os edifícios, instalações e equipamentos municipais que contêm amianto na sua construção, bem como se havia um calendário para a sua remoção”, explicou, ao JN, Cláudia Madeira, deputada municipal do partido ecologista na AML.

A resposta chegou no ano passado, mas, segundo a deputada do PEV, o vereador Manuel Salgado limitou-se a informar que há 42 edifícios nestas condições. Esta informação, no entanto, “não é suficiente” para os elementos do grupo ecologista, daí o requerimento apresentado esta semana e que a câmara tem agora um mês para dar uma resposta.