PEV questiona Lisboa sobre avaliação dos solos contaminados no Parque das Nações

PEV questiona Lisboa sobre avaliação dos solos contaminados no Parque das Nações

O Grupo Municipal do Partido Ecologista Os Verdes (PEV) entregou, na Assembleia Municipal, um requerimento em que questiona a Câmara Municipal de Lisboa sobre avaliação dos solos contaminados no Parque das Nações.

No requerimento enviado e partilhado à imprensa, o PEV refere que o Parque das Nações é uma zona da cidade em que existem vários terrenos com “solos contaminados”, devido às “atividades poluentes que ali funcionaram no passado”. Nesta zona, nos últimos tempos “têm vindo a ser feitas várias construções, o que acaba por revelar o grave problema da contaminação dos solos, tal como sucedeu com as obras de ampliação do Hospital CUF Descobertas”, destaca o partido.

Segundo o PEV, neste momento, estão a ser construídos um hotel, uma escola e vários outros edifícios para habitação, situação que levou “um residente a decidir recolher amostras do solo e testá-las, tendo sido detectados resíduos perigosos”.

Ao longo dos últimos anos, este grupo municipal tem trabalhado com “bastante insistência no tema dos solos contaminados”, por representarem um “perigo para a saúde pública e o ambiente que urge resolver”.

O PEV recorda que além de ter denunciado a situação do Hospital da CUF Descobertas e apresentado propostas concretas, mais recentemente, em junho de 2019,  voltou a questionar a autarquia de Lisboa sobre a “descoberta de mais uma mancha de solos contaminados no Parque das Nações”. Logo, facilmente se conclui, segundo o PEV que “este problema está longe de estar resolvido, impondo-se não só a sua urgente resolução, mas também a clarificação das situações que têm vindo a surgir, tendo a população o direito a saber em concreto o que se passa naquela zona da cidade”.