Philips Lighting e Ericsson lançam nova luz de rua com cobertura de banda larga

Philips Lighting e Ericsson lançam nova luz de rua com cobertura de banda larga

Categoria Advisor, Empresas

A Philips Lighting e a Ericsson apresentaram hoje, em conjunto, um novo poste inteligente de iluminação estreito da Philips, concebido inicialmente para as cidades europeias. A principal novidade neste poste de iluminação que combina a iluminação LED energeticamente eficiente da Philips com a tecnologia avançada de pequenas células da Ericsson, é que oferece também conectividade de banda larga de alta velocidade.

O ponto de poste de iluminação da Philips assemelha-se ao formato familiar do poste de iluminação de rua, tornando-o numa adição discreta à paisagem urbana, que aumenta a cobertura de rede LTE/4G. O tamanho compacto foi possível graças às antenas desenvolvidas em colaboração integradas nos postes de iluminação e à tecnologia de rádio exterior de pequenas células da Ericsson.

Com a previsão de crescimento do tráfego de dados em 9 vezes até 2020, as operadoras de redes móveis estão com dificuldades na aquisição de novas estações rádio-base em áreas públicas, para fornecerem a melhor cobertura e capacidade de banda larga possível aos clientes. Através do aluguer do espaço nos postes inteligentes, as operadoras podem densificar as respetivas redes para que os cidadãos possam desfrutar de ruas iluminadas com segurança e de melhor capacidade de dados para smartphones.

“O ponto de poste de iluminação da Philips, com a tecnologia de pequenas células da Ericsson totalmente integrada, permite que as operadoras de redes móveis implementem dezenas ou centenas de estações rádio-base de forma rápida e fácil, possibilitando a atualização de grande áreas com um mínimo de perturbação, fornecendo simultaneamente conectividade e cobertura para aplicações no exterior aos seus subscritores”, afirmou Nishant Batra, Responsável por Produtos de Infraestrutura de Rede da Ericsson.

Para além dos serviços de rede de banda larga, os postes de iluminação podem integrar outros equipamentos para uma vasta gama de aplicações da Internet das Coisas (IoT – Internet of Things). Isto permite que as cidades e as operadoras de rede forneçam capacidades inteligentes e avançadas que vão além da iluminação, incluindo sensores.