Ponto Verde Open Innovation recebeu 45 candidaturas

Ponto Verde Open Innovation recebeu 45 candidaturas

Os projetos candidatos ao Ponto Verde Open Innovation já se encontram a ser avaliados pelo Advisory Board e entidades parceiras. Estão em avaliação 39 projetos.

Segundo Luís Veiga Martins, Diretor-Geral da Sociedade Ponto Verde, “além de ser um importante impulsionador do empreendedorismo nacional, da inovação e da investigação, espera-se que o Ponto Verde Open Innovation tenha um impacto positivo na geração de valor à Economia portuguesa com o consequente potencial de criação de empregos com ligação à Economia Circular.”

No total candidataram-se 45 projetos, dos quais 39 foram considerados elegíveis. As candidaturas dividem-se em duas categorias, sendo que 29 correspondem a projetos de Inovação e 10 a projetos de I&D.

As entidades proponentes são diversificadas e representativas da comunidade académica e empresarial. Correspondem a Startups com até um máximo de três anos de existência (7), Empreendedores individuais (10), Equipas ou consórcios (4), Empresas com mais de três anos de existência (4), Associações ou Organizações Não Governamentais (5), Universidades (6) e Instituições do Sistema Científico e Tecnológico Nacional (3).

Como apoio ao desenvolvimento de ideias e negócio, alguns projetos serão convidados a participar num Bootcamp (num máximo de 20 projetos), na Nova School of Business and Economics, e terão a oportunidade de fazer um Pitch à Comissão Executiva da Sociedade Ponto Verde e aos Parceiros do Ponto Verde Open Innovation.

O Ponto Verde Open Innovation é uma iniciativa promovida pela Sociedade Ponto Verde que se propõe a apoiar projetos de Investigação & Desenvolvimento (I&D), modelos e projetos de negócio impulsionadores e dinamizadores da economia circular.

Esta iniciativa conta com apoio institucional do Ministério do Ambiente e está a ser operacionalizada com o apoio de um conjunto de parceiros de relevo das mais diversas áreas, nomeadamente investigadores, investidores, associações setoriais, empresas e universidades, que poderão proporcionar diversos tipos de apoio, nomeadamente mentoring, incubação de empresas e financiamento. Mais informações em www.pontoverdeopeninnovation.com.