Porto, Gaia e Matosinhos preparam saída da Águas do Norte

Porto, Gaia e Matosinhos preparam saída da Águas do Norte

Porto, Gaia e Matosinhos estão a preparar a saída da Águas do Norte e a criação de um sistema intermunicipal autónomo de captação e de tratamento de água no rio Douro. Os municípios fizeram as contas e chegaram à conclusão de que essa alternativa é viável, autossustentável e mais económica para as autarquias. O único entrave é de que necessitará da autorização do Governo.

O caminho para a constituição do novo sistema intermunicipal, que implica um investimento de 101 milhões de euros e o aval governamental começa a ser trilhado agora para travar o aumento de 40% no preço da água comprada pelos municípios do Litoral. Um crescimento gradual a aplicar até 2020.

Para 2016 a subida será de 8%. As autarquias estão a receber cartas da Águas do Norte a alertar que, a partir de janeiro, o custo de aquisição passará de 0,38 euros por metros cúbico para 0,42 euros.