1

Portugal Fresh quer mudanças estruturais no Ministério da Agricultura e Alimentação

Em comunicado enviado à imprensa, a Portugal Fresh defende mudanças estruturais no Ministério da Agricultura e Alimentação, mas também a criação de uma Secretaria de Estado da Alimentação para um setor que gera 3841 milhões de euros e que representa mais de 40% do setor agrícola.

A Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de Portugal diz que a nova estrutura do Ministério da Agricultura, mesmo que temporária, não dá respostas às ambições de crescimento e investimento, além de não incentivar novos mercados, inovação e produção de alimentos essenciais.

A falta de uma Secretaria de Estado da Alimentação não deixa Portugal conquistar competitividade frente aos países do sul da Europa: “só podemos ter a ambição de manter o crescimento do volume de negócios do sector e das suas exportações, melhorando a remuneração aos produtores e tendo uma visão global de mercado. É fundamental reforçar a presença nos mercados que mais valorizam os nossos produtos e procurar novas oportunidades em mercados de valor acrescentado”, defende Gonçalo Santos Andrade, presidente da Portugal Fresh.