Portugal pede mapas do sistema Copernicus à UE para ajudar no combate aos incêndios

Portugal pede mapas do sistema Copernicus à UE para ajudar no combate aos incêndios

Portugal endereçou à Comissão Europeia um pedido de mapeamento territorial, através do sistema de emergência da União Europeia (UE) de navegação por satélite Copernicus, para ajudar a combater os fogos, anunciou hoje a porta-voz comunitária.

“Recebemos pedidos da Letónia, Espanha e Portugal para providenciar mapas por satélite para ajudar estes países a combater os fogos nos seus territórios. Estamos no processo de responder a estes pedidos, nomeadamente com dez mapas para Portugal, 13 para Espanha, e dois para a Letónia”, precisou Mina Andreeva, na conferência de imprensa diária da Comissão Europeia, em Bruxelas.

O sistema de emergência da UE de navegação por satélite Copernicus é um programa europeu para a observação da Terra e assenta numa parceria estabelecida entre Bruxelas, a Agência Espacial Europeia e os vários Estados-membros. O objetivo maior do Copernicus é a disponibilização de serviços que permitam o acesso atempado a dados e informação rigorosos e fiáveis sobre o ambiente, proteção civil e segurança do cidadão.

O incêndio que deflagrou na sexta-feira em Monchique, no Algarve, é o único em curso em Portugal continental às 11h55, de acordo com a página na internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC). Segundo a mesma fonte, estão envolvidos no combate ao fogo 1.160 operacionais, apoiados por 357 veículos e nove meios aéreos.

A esta hora estavam 10 incêndios em conclusão e um em resolução, ou seja, a ser dominado. No total, estavam quase 1.500 operacionais a combater os fogos, apoiados por 457 veículos.