1

Portugueses reciclaram mais 6,2% no primeiro trimestre de 2022

Os portugueses reciclaram mais 6.170 toneladas de embalagens face o período homólogo, representando um aumento de 6,2% em relação ao primeiro trimestre de 2021, anuncia a Novo Verde. De acordo com a entidade gestora de resíduos de embalagem, este aumento demonstra a crescente consciencialização do país no que respeita à importância da separação dos diferentes tipos de embalagens para reciclagem.

O vidro foi o material que registou um dos maiores aumentos, com os portugueses a reciclarem 48.777 toneladas neste primeiro trimestre de 2022, traduzindo-se num aumento de 9,4% relativamente ao período idêntico de 2021.

“Está cada vez mais presente na consciência  dos portugueses a importância da reciclagem de embalagens, comportamento que se reflete nestes números. É de sinalizar o aumento de quase 10% de reciclagem de embalagens de vidro, uma tendência que queremos manter e alargar a todos os materiais pois as metas já aumentaram e vão aumentar ainda mais até 2030. Aliás, nos próximos oito anos as metas de cada material vão aumentar no mínimo 10%, de maneira que importa assegurar e suplementar de uma forma sustentável este nível de reciclagem de embalagens”, declara Pedro Simões, diretor geral da Novo Verde, citado num comunicado.

Neste primeiro trimestre, o aumento das quantidades de embalagens enviadas para reciclagem, por via da recolha seletiva, traduz-se em cerca de 105.691 toneladas, das quais 48.777 toneladas de vidro, 35.674 toneladas de papel e cartão, 19.127 toneladas de plástico, 2.097 toneladas de metais e 17 toneladas de madeira.