Praia de Matosinhos continua com restrições devido ao escorrimento de lamas

Praia de Matosinhos continua com restrições devido ao escorrimento de lamas

A Bandeira Azul da praia do Cabo do Mundo, em Matosinhos, continua hoje arriada e assim deverá manter-se até serem conhecidos os resultados das análises para determinar se passaram os efeitos do escorrimento de lamas da ETAR detetado.

Em declarações à Lusa, o comandante da Zona Marítima do Norte, Rodrigues Campos, disse que a praia vai manter-se com restrições até chegar o parecer da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), o que poderá a acontecer a qualquer momento.

Dependendo o resultado desse parecer, a praia será reaberta, ou não, com a Bandeira Azul. “Enquanto não obtivermos o resultado das análises a Bandeira Azul vai continuar arriada”, reforçou o comandante.

A praia do Cabo do Mundo foi fechada após ter sido detetado, na sexta-feira, um “escorrimento para o mar” com origem alegadamente numa Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) que existe em Leça da Palmeira, Matosinhos.

“À vista desarmada a praia apresenta-se limpa depois de os serviços da Câmara de Matosinhos terem feito a limpeza do areal”, sem que isso possa ser “entendido como a praia estar pronta” para receber os veraneantes, referiu Rodrigues Campos. A Câmara de Matosinhos admitiu no sábado que a praia pudesse ser reaberta na segunda-feira, tendo em conta a “pouca quantidade derramada” para o areal, o que não se confirmou.