Preço da água desce no perímetro de rega do Alqueva

Preço da água desce no perímetro de rega do Alqueva

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos anunciou, no passado dia 14 de março, uma descida significativa do preço da água para toda a região do Alqueva. Em nota de imprensa enviada às redações, a Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) congratulou-se com  a medida, frisando que irá”contribuir para aumentar a viabilidade do regadio do EFMA – Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva e, muito particularmente, de algumas culturas mais exigentes em água como o milho”.

A redução vai desde os 20% para a água com pressão, até aos 33% no fornecimento em baixa pressão. No entanto, frisam, “a revisão tarifária deveria ter em conta o facto de as Associações de regantes não serem o utilizador final da água fornecida por Alqueva, pelo que consideramos que se justifica a definição de uma tarifa específica adequada”.

“Os preços a praticar pela EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva às associações de regantes confinantes, que desde o ano passado necessitam de comprar água do Alqueva, embora com redução igualmente significativa, ficaram desequilibrados e desajustados da realidade”, afirmam, uma vez que a diferença de preços, relativamente aos regantes directos desta empresa, é de apenas 0,002 euros/m3,