Prémio Presidente Carlos Bernardes vai distinguir práticas sustentáveis na Região Oeste

Prémio Presidente Carlos Bernardes vai distinguir práticas sustentáveis na Região Oeste

A ERP Portugal e a Novo Verde (entidades gestoras de fluxos específicos de resíduos) acabam de lançar o Prémio Presidente Carlos Bernardes, em parceria com a Comunidade Intermunicipal do Oeste e com o apoio da Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. e da Direção-Geral das Atividades Económicas, Programa Eco-Escolas e Oeste Sustentável. O evento de apresentação decorreu esta terça-feira, dia 30 de novembro, no Blue Fest, em Santa Cruz.

De acordo com as entidades gestoras, o Prémio Presidente Carlos Bernardes faz parte do Programa “Planeta da Transformação no Oeste”, iniciado em 2018, junto dos mais de 4000 alunos do 4º ano de escolaridade, com o objetivo de “promover práticas sustentáveis através de ações de sensibilização ambiental e distribuição gratuita de kits sobre a importância e as vantagens da economia circular”.

Neste enquadramento, estão previstas atividades pedagógicas e educativas já no início do próximo ano, dirigidas às escolas do Ensino Básico dos 12 Municípios da Região Oeste, em formato digital e centralizadas na plataforma Academia do Oeste, onde estarão disponíveis diversas ferramentas e onde decorrerão webinars temáticos, em parceria com as entidades envolvidas.

Para além da componente da sensibilização, e no contexto de combate às alterações climáticas e ao insucesso escolar, os alunos serão desafiados a construir soluções para a entrega seletiva de equipamentos elétricos e eletrónios, pilhas e embalagens em fim de vida, utilizando materiais reutilizados. Os trabalhos vencedores receberão o Prémio Presidente Carlos Bernardes, com destaque para os 120 tablets a oferecer aos alunos autores dos trabalhos vencedores (10 alunos por Município). Ao mesmo tempo serão reconhecidos os Municípios, as escolas e os Professores dos alunos participantes, referem as mesmas entidades.

Filipa Moita, responsável de comunicação das duas entidades gestoras de resíduos, adianta que “o nome atribuído a este Prémio surge naturalmente na sequência das ações que têm sido implementadas no território do Oeste, já que destaca o marcante trabalho levado a cabo pelo Presidente Carlos Bernardes em matéria de educação e sensibilização ambiental. A atribuição deste prémio associado à digitalização das atividades calendarizadas tornam o Programa Planeta da Transformação no Oeste mais diversificado, dinâmico, musculado e abrangente. Acreditamos que será uma ferramenta de trabalho bastante útil às escolas, como resposta aos objetivos estratégicos da região partilhados pela ERP Portugal e a Novo Verde, nomeadamente no que respeita ao combate às alterações climáticas, por exemplo através da separação e reciclagem de resíduos.”

Por seu turno, Pedro Folgado, presidente da Comunidade Intermunicipal do Oeste, declara que “a parceria com a ERP Portugal e a Novo Verde nasceu no seio da necessidade de trazermos as crianças e os jovens da Região para o tema da economia circular, dotando-os de ferramentas de formação e despertando comportamentos sustentáveis e a sua replicação, junto dos seus amigos, familiares e comunidade local. Esta evolução para a atribuição do Prémio Presidente Carlos Bernardes, marca e reforça a relevância das iniciativas de educação ambiental, vetor incondicional e inegável da herança deixada pelo Presidente Carlos Bernardes, eterno defensor das causas ambientais!”