Prémios XXL mostram as melhores ondas grandes em Portugal

Prémios XXL mostram as melhores ondas grandes em Portugal

Categoria Advisor, Empresas

O desafio lançado em junho a todos os surfistas para enviarem as suas melhores imagens e poderem candidatarem-se para os vários prémios em disputa, foi respondido da melhor forma com mais de 30 ondas submetidas até à data, provando ser uma excelente forma de reconhecer e honrar os feitos realizados na temporada passada.
No total são cinco as categorias que vão premiar os destemidos surfistas portugueses: “Mar Sem Fim Maior Wipeout”, “GoPro Melhor Tubo”, “G-Shock Maior Onda (Remada)”, “VisitAzores Maior Onda (Tow in)” e o prémio máximo, “EDP Onda da Temporada”.
O objetivo desta segunda edição é premiar e honrar os surfistas portugueses que mais se tenham destacado ao longo da última temporada de ondas grandes, que decorreu entre 15 Setembro 2015 e 15 de Abril 2016. Os vencedores dos prémios irão ser conhecidos numa cerimónia que decorrerá no mês de Setembro. O painel de juízes que irá analisar as candidaturas e nomeações será apresentado brevemente e composto por entidades da área do Surf, Media, Juízes e Surfistas.

A segunda edição dos Prémios XXL marca ainda a entrada da G-Shock, a conhecida marca de relógios quis associar-se ao projecto e vai premiar a Maior Onda de remada da temporada, um dos prémios de maior prestígio para a comunidade Surfista.
Entretanto, para o arranque da 3ª temporada, a organização prepara novidades. Novas expedições, novas bolsas e entrega dos prémios da temporada passada são alguns dos pilares que serão apresentados em setembro.

Para celebrar as duas temporadas passadas, a organização lançou esta manhã um novo site, mais completo com um resumo de todas as expedições, bolsas e prémios atribuídos ao longo de duas temporadas. “Cada vez mais existe interesse por parte dos surfistas e parceiros envolvidos em saber mais sobre o projecto e a sua história, tornando-se assim necessário preparar um site com mais informação sobre o que é o EDP Mar Sem Fim”, explicou Mário Almeida, responsável pelo projeto.
No final de duas temporadas de sucesso, o EDP Mar Sem Fim continua fiel à missão de descoberta de ondas grandes em Portugal e pretende mostrar o potencial de ondas inexploradas e menos conhecidas do grande público. São Miguel, Graciosa e Terceira foram alguns dos locais explorados na última temporada, por alguns dos mais consagrados surfistas de Portugal, como Alex Botelho, Eric Rebiere, João Guedes e João de Macedo, coordenador dos Surfistas, que explica: “os locais que temos visitado nas últimas duas temporadas, as ondas que temos tido o privilégio de surfar e as imagens que estamos a recolher permitem divulgar o que de melhor se está a fazer em Portugal nas Ondas Grandes. Existe já uma diversidade de novos locais com imagens de ondas grandes captadas até agora, o que vem confirmar cada vez mais a potencialidade do nosso País, em termos de Surf de Ondas Grandes”.