Presidência marroquina COP22 saúda a entrada em vigor do Acordo de Paris

Presidência marroquina COP22 saúda a entrada em vigor do Acordo de Paris

A comunidade internacional alcançou ontem um importante limiar, com a ratificação de sete Estados-Membros da UE, juntamente com o Nepal. Assim sendo, a condição de ratificação do Acordo de Paris foi cumprida o que poderá acionar a sua entrada em vigor no prazo de 30 dias, mantendo assim o objetivo de manter a subida da temperatura global abaixo dos 2 graus Celsius.

O presidente da COP22, Salaheddine Mezouar, congratula-se com esta realização e convida todos os players estatais e não-estatais para o encontro de Marraquexe, que irá decorrer de 7 a 18 novembro. “A COP22 vai definitivamente ser a COP da Ação. Os acontecimentos de hoje reforçam esta convicção e demonstram a mobilização e a confiança da comunidade internacional em torno da implementação do Acordo de Paris. ”

A Presidência COP22 trabalhou em estreita colaboração com a Presidência francesa COP21 no sentido de acelerar a ratificação. A consequência imediata desta ratificação será a primeira reunião das Partes do Acordo de Paris (CMA1), durante a 22ª Conferência das Partes (COP22) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

Além da ratificação do Acordo de Paris, as prioridades da COP22 incluem a implementação do acordo, com enfoque na capacitação, no financiamento climático e na transferência de tecnologia para os países mais vulneráveis, especialmente os Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento (SIDS), os Países Menos Desenvolvidos (LDC ) e o continente Africano.