Primeiro Dia Internacional dos Resíduos Eléctricos celebra-se a 13 de outubro

Primeiro Dia Internacional dos Resíduos Eléctricos celebra-se a 13 de outubro

A Amb3E – Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos, gestora da Rede Electrão, assinala o primeiro Dia Internacional dos Resíduos Elétricos, promovido pelo WEEE Forum, associação internacional que representa diversas entidades gestoras de resíduos elétricos, com o intuito de sensibilizar a população mundial para a importância de reciclagem deste fluxo de resíduos e promover o correto encaminhamento de equipamentos elétricos em fim de vida.

Estima-se que, apenas em 2018, serão gerados mais de 50 milhões de toneladas de resíduos elétricos em todo o mundo, e metade deste total é referente a equipamentos de uso pessoal como computadores, ecrãs, smartphones, tablets e televisões, sobrando eletrodomésticos de maiores dimensões e equipamentos de aquecimento e arrefecimento. Destes totais, apenas 20% é reciclado anualmente, significando por isso que existem 40 milhões de toneladas por ano que ou são colocados em aterros, ou são queimados, ilegalmente comercializados ou erradamente reutilizados.

Os valores divulgados assumem uma proporção diferente quando se tem em conta que 66% da população mundial está abrangida por legislação que obriga ao correto tratamento destes resíduos que, por não o fazerem, resulta em graves danos materiais com implicações na saúde pública e no ambiente.

“Esta é uma iniciativa da maior importância e que surge numa excelente altura, uma vez que se assiste a um aumento significativo do volume de equipamentos elétricos, cujos materiais utilizados no seu fabrico são necessários para novos produtos” explica Karmenu Vella, Comissário Europeu para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pesca, acrescentando ainda que “mesmo na União Europeia, que é líder mundial na reciclagem de resíduos elétricos, apenas 35% destes são corretamente recolhidos e tratados. As iniciativas de sensibilização que impactem positivamente o aumento das taxas de recolha, ajudam os Estados-membros a atingirem as diretivas e metas, mas também ajudam a Europa no seu importante caminho para uma economia circular.”

Já Pedro Nazareth, Diretor Geral da Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos, gestora da Rede Electrão, que é ainda membro do Quadro de Directores do WEEE Forum, explica que “existe um importante trabalho que tem vindo a ser desenvolvido em Portugal no sentido de sensibilizar a população para o correto tratamento de equipamentos eléctricos usados. Mas, temos ainda um longo caminho pela frente. Existe uma grande percentagem dos portugueses que guarda estes resíduos em suas casas ou que não os encaminha para os locais de recolha adequados, prejudicando direta e indiretamente o ambiente.”

26 dos 40 membros do WEEE Forum vão estar, por todo o mundo, a assinalar o primeiro Dia Internacional dos Resíduos Eléctricos ao promover diferentes iniciativas com o objetivo de sensibilizar a população e encorajar os consumidores a tratarem corretamente os resíduos de equipamentos elétricos.