PRIO e CARRIS iniciam operação “Beato Biobus” do Hub Criativo do Beato 

PRIO e CARRIS iniciam operação “Beato Biobus” do Hub Criativo do Beato 

A PRIO e a CARRIS unidos na operação Beato Biobus, integrada no projeto Hub Criativo do Beato Living Lab, arrancaram com a sua implementação para promover a sustentabilidade e a economia circular na mobilidade ao Hub Criativo do Beato e comunidade envolvente. O objetivo do projeto é a produção de biodiesel para autocarros da CARRIS a partir de óleos alimentares usados recolhidos em locais selecionados das freguesias da zona Oriental de Lisboa, criando uma carreira movida a ‘Zero Diesel’, refere um comunicado.

No âmbito deste projeto, foram distribuídos Oleões inteligentes  em 10 escolas e lançada a 1ª edição do Concurso Escolar Beato Biobus. O concurso escolar Beato BioBus conta com a participação de escolas dos agrupamentos D. Dinis, Luís António Verney, Santa Maria dos Olivais e o Colégio Valsassina, juntando mais de 3.500 alunos envolvidos na temática da descarbonização nos transportes urbanos e sensibilizados para a importância do correto encaminhamento dos óleos alimentares usados. A PRIO procedeu à instalação de um oleão inteligente em cada escola para promover a recolha, e irá premiar, com materiais educativos e visitas de estudo, a escola que maior quantidade óleos alimentares usados recolher desde 1 de abril até ao próximo dia 31 de julho.

O arranque desta iniciativa contou com a presença da nova mascote Oli-fante, numa campanha de ativação e sensibilização dedicada nas 10 escolas inscritas, onde foram entregues cerca de 3.500 mini-oleões e flyers. Esta iniciativa procura demonstrar o papel de cada um de, enquanto cidadãos nesta tarefa que é proteger o planeta, criando um exemplo de uma economia circular, bem como, contribuir para a transição justa de uma sociedade neutra em carbono alavancada pela inovação, tecnologia e empreendedorismo gerado por este laboratório-vivo, o Hub Criativo do Beato Living Lab.

A operação foi lançada no segundo semestre de 2021, permitindo potenciar a utilização de um combustível desenvolvido pela PRIO na Fábrica de Biocombustíveis em Aveiro em vários autocarros da CARRIS. Este combustível, produzido inteiramente através de matérias-primas residuais, que permite reduzir em 84% as emissões de gases com efeito de estufa dos tradicionais combustíveis fósseis, não sendo necessário efetuar qualquer alteração aos motores.

O Beato Biobus, num conjunto de 9 operações, faz parte da estratégia de transformação do Hub Criativo do Beato num smart campus com vista à implementação de estratégias urbanas para a sua sustentabilidade e resiliência ambiental. Este laboratório-vivo, o Hub Criativo do Beato Living Lab, é um projeto promovido pela Startup Lisboa, com a direção técnica da Lisboa E-Nova, e que integra o Aviso #4, Programa Ambiente, lançado pelo EEA Grants. A evolução da operação Beato Biobus poderá ser acompanhada no website do HCB Living Lab livinglab.hubcriativobeato.com

“Este projeto é um exemplo de como se pode agir a um nível local, pensando nos problemas globais. A CARRIS está muito orgulhosa de poder explorar o seu potencial de chegar à população de Lisboa, num projeto que junta educação ambiental ao combate às alterações climáticas e a uma sensibilização para a reciclagem de resíduos. É um caso notável de economia circular, numa altura em que a importância de reduzir as importações de petróleo e as emissões de Gases com Efeito de Estufa não podiam estar mais na ordem do dia”, declara Pedro Bogas, presidente do Conselho de Administração da CARRIS.

Já Anabela Antunes, COO da PRIO Bio, Membro da Comissão Executiva PRIO, refere que “esta iniciativa conjunta com a Carris consolida a utilização de biodiesel em frotas dedicadas, com um biocombustível com 0% de energia fóssil, produzido a partir de óleos alimentares usados. É muito relevante o contributo das matérias-primas residuais para a produção de biocombustíveis e é importante sensibilizar o cidadão para a importância da recolha dos óleos alimentares usados, contribuindo assim para a mobilidade sustentável e potenciando a economia circular.”

Para além dos objetivos estabelecidos com o concurso dos EEA Grants, a PRIO e a CARRIS vão aproveitar as sinergias para estudar e monitorizar a performance dos veículos, o que permitirá publicar um estudo de caso sobre o desempenho de autocarros com base em diferentes tipos de energia.