Projeto de requalificação e integração da Culatra aprovado

Projeto de requalificação e integração da Culatra aprovado

Foi ontem, dia 22 de março, aprovado, numa reunião que contou com a presença da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, da Capitania do Porto de Olhão, da Câmara Municipal de Faro, da Docapesca e da Associação de Moradores da Ilha da Culatra, o Projeto de Intervenção e Requalificação da Culatra (PIR), realizado pela Sociedade Polis Ria Formosa. Segundo nota do gabinete do ministério do Ambiente, este plano estava previsto no Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) desde 2005.

O aglomerado da Culatra é, nas ilhas barreira, o local onde vivem quase exclusivamente pessoas com atividades tradicionais ligadas à Ria Formosa.

Há mais de 10 anos que se aguardava a aprovação do PIR. Está agora aberta a porta para a atribuição de licenças para casas de pescadores por um prazo de 30 anos. As habitações poderão ser transmitidas aos filhos desde que estes mantenham a atividade.

A aprovação do PIR viabiliza também um investimento até 1,5 milhões de euros na reabilitação do espaço público.

A aprovação tem de ser sujeita à homologação do Ministério do Ambiente, que tem acompanhado de perto a elaboração do plano. O Ministério do Ambiente homologará o PIR assim que o mesmo lhe for apresentado, desejavelmente durante a próxima semana.