Projeto para exploração de ferro em Torre de Moncorvo em consulta pública

Projeto para exploração de ferro em Torre de Moncorvo em consulta pública

Categoria Ambiente, Energia

O projeto para fazer nascer em Torre de Moncorvo a segunda maior exploração de ferro na Europa (4 milhões de tonelada por ano) está para consulta pública até 11 de setembro, refere o Correio da Manhã.

A exploração prevê a criação direta de cerca de 240 postos de trabalho, referentes apenas a trabalhadores envolvidos na extração e beneficiação do minério, podendo chegar aos 540 no oitavo ano de exploração. As receitas previstas no primeiro ano poderão chegar aos 48 milhões de euros brutos, 143 milhões no oitavo ano. A exploração será dividida em quatro etapas, referentes aos quatro jazigos a serem trabalhados (Mua, Carvalhosa, Pedrada e Reboredo-Apriscos).

A Avaliação de Impacte Ambiental alerta para duas áreas sensíveis do projeto: o ruído e a trepidação, nomeadamente pelo uso de explosivos numa exploração que será a céu aberto. São também necessários cuidados com o património arquitectónico local, devido, nomeadamente, à proximidade das igrejas. A presença de um abrigo de morcegos no local fará com que a exploração no maciço da Mua seja condicionada.

Para o projeto ter luz verde, será agora necessária a declaração de impacte ambiental favorável: caso obtenham a aprovação, os trabalhos deverão arrancar no próximo ano.