“Proteção Dinâmica da Floresta” é o tema do 12.º Fórum de Sustentabilidade da Navigator

“Proteção Dinâmica da Floresta” é o tema do 12.º Fórum de Sustentabilidade da Navigator

Categoria Advisor, Agenda

A The Navigator Company realiza, no próximo dia 19 de outubro, mais uma sessão do Fórum de Sustentabilidade que, este ano, é dedicada ao tema “Proteção Dinâmica da Floresta”, com o intuito de refletir sobre a forma como uma ocupação sustentável do território pode contribuir para a proteção dos espaços florestais. A 12ª Edição do evento terá lugar no Teatro-Cine de Torres Vedras e terá, também, transmissão online.

O Fórum de Sustentabilidade é uma iniciativa que visa potenciar a colaboração e o diálogo entre a Empresa e os seus principais stakeholders, desde organizações da sociedade civil, universidades, a clientes e fornecedores, além de associações e produtores florestais. Esta sessão dará seguimento ao modelo regional, adotado em 2020, potenciador de uma maior proximidade da empresa às comunidades locais (envolvente industrial e florestal da The Navigator Company). A escolha de Torres Vedras como local para a realização da 12ª Edição deste Fórum decorre da relação existente entre a Navigator e a autarquia, nomeadamente no que diz respeito ao domínio da defesa da floresta contra incêndios e na gestão da área da Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira, pode ler-se numa nota.

Os assuntos em foco nesta edição estão relacionados com a proteção e valorização da floresta, enquanto temas importantes para a empresa e para os seus stakeholders. As várias intervenções, e o debate que será incentivado, enquadram-se numa abordagem da floresta enquanto recurso crucial para o desenvolvimento sustentável de Portugal, a nível social, ambiental e económico. Será promovida a reflexão sobre como a ocupação sustentável do território pode ser a melhor forma para proteger os espaços florestais e agrícolas, bem como os espaços naturais, nomeadamente as áreas de paisagem protegida. Serão, também, discutidos os benefícios da conciliação de diferentes usos do solo – com ênfase na importância da gestão equilibrada dos mosaicos agroflorestais para o desenvolvimento da comunidade e para a fruição da natureza –, procurando estimular um debate participado e construtivo sobre o papel das várias entidades, públicas e privadas, na gestão responsável do território e da paisagem.

O programa contará com duas Mesas Redondas onde se irão debater diferentes temáticas: uma será dedicada às “Boas Práticas de Gestão Integrada da Paisagem” e a outra abrirá a discussão para o “Valor Económico como Pilar da Proteção da Floresta”.

Após as boas-vindas de Laura Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, João Paulo Catarino, secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, fará a abertura formal do Fórum. Marc Palahí, diretor do European Forest Institute, será o key note speaker do evento com uma intervenção sobre o papel transformacional que as florestas podem desempenhar no combate às alterações climáticas e no desenvolvimento de uma bioeconomia circular.

A primeira Mesa Redonda contará com os contributos de diferentes oradores para debater de que forma é que a adoção de boas práticas de gestão integrada da paisagem pode contribuir para o desenvolvimento harmonioso dos espaços agroflorestais, potenciando a resiliência do território. Nela participarão diversos convidados, entre eles José Vasques, coordenador de Produção e Exploração Florestal da Região Vale do Tejo da The Navigator Company e Marta Rodrigues, chefe da Divisão de Ambiente e Sustentabilidade da Câmara Municipal de Torres.

A segunda Mesa Redonda terá como foco a reflexão sobre a forma como um território gerido à escala da paisagem pode criar valor sustentável para a comunidade e para os vários agentes económicos, tendo por base a proteção e o desenvolvimento equilibrado da floresta. Este segundo momento contará com a intervenção de Carlos Lobo, professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e Francisco Gomes da Silva, diretor-geral da CELPA (Associação da Indústria Papeleira), entre outros oradores. O programa terminará com a intervenção do CEO da The Navigator Company e Presidente do Fórum de Sustentabilidade, António Redondo.