Quando uma borboleta inspira a arquitetura

by Inês Gromicho | 21 Outubro 2015 16:21

A rara borboleta azul de Morpho é uma das maiores e mais espetaculares borboletas do mundo, com as suas asas castanhas que, de repente, se transformam num azul magnífico. Este fenómeno acontece quando a luz azul se reflete fora das camadas de escamas microscópicas nas suas asas. Mas, esta espécie só vive 115 dias, sendo rara a sua visualização. Agora, graças a cientistas da 3M, é possível desfrutar deste episódio em design arquitetónico por muito tempo.

Os investigadores estudaram esta borboleta para reproduzir este efeito numa película para janelas e os resultados foram positivos. Neste momento, nas janelas do Museu de Prairiefire em Overlan Park, no Kansas, já se podem ver diferentes cores de acordo com a alteração das condições luminosas.

Os filtros Dichroic da 3M , além de conferirem um look artístico em dois tons – azul/dourado e cobre/ bronze – mudando de cor consoante a luz e o ângulo de visão, incorporam tecnologia não corrosiva e não metálica que não interfere com a comunicação por wireless ou rádio frequência.

 

Source URL: https://www.ambientemagazine.com/quando-uma-borboleta-inspira-a-arquitetura/