Reciclagem em destaque em Eventos de Norte a Sul

Reciclagem em destaque em Eventos de Norte a Sul

Seja nas praias, nos festivais de música ou nas várias festas espalhadas por todo o país, este ano são vários os eventos que vão ter uma causa em comum, a reciclagem. O tema vai estar em destaque neste verão e marcar presença nalguns dos eventos mais populares, com uma missão bem definida: alertar os milhares de veraneantes para as vantagens associadas à reciclagem e mostrar como o gesto de cada um de nós contribui para um planeta melhor.

A iniciativa é promovida pela Sociedade Ponto Verde em parceria com os Sistema de Gestão de Resíduos locais responsáveis pela gestão dos nossos resíduos em diversos concelhos. Em vários eventos promovidos um pouco por todo o território, além de ser assegurada a recolha seletiva através da disponibilização de contentores alusivos a cada um dos materiais, vai ser possível encontrar promotores com mochilas ecoponto a circular pelos recintos, indo ao encontro dos visitantes para facilitar a colocação das embalagens vazias nos locais adequados.

Nestes Ecoeventos, o objetivo passa também por reforçar os bons hábitos de separação em qualquer local e não só em casa. Para além da diversão, há que incentivar os participantes a adotarem comportamentos sustentáveis para garantir um menor impacto ambiental. Por exemplo, só no festival MEO Marés Vivas, que decorreu de 20 a 22 de julho, foi possível recolher mais de 8 toneladas de embalagens de vidro, papel/cartão e plástico e metal. Este foi o resultado de uma excelente adesão do público à reciclagem no recinto.

Em agosto, a ação vai passar pelas praias de Caminha e da Costa da Caparica, pelo Festival de Vilar de Mouros, a XXII Festa da Cerveja e do Marisco de Fão, pelo festival “Sol da Caparica”, pelas festas de Corroios, pela Feira Medieval de Silves, pela Fatacil e, ainda, pelo Festival do Crato.

Além de facilitar a separação, pretende-se também mudar atitudes e comportamentos, indo ao encontro das sensibilidades do consumidor atual que está cada vez mais atento ao excesso de resíduos produzidos e ao desperdício.

Para já, a iniciativa vai passar pelos municípios de Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Viana do Castelo, Barcelos, Vila Nova de Gaia, Almada, Seixal, Crato, Mêda, Silves, Lagoa e Faro.