Rede Nacional de Postos de Vigia para detetar incêndios entra em funcionamento hoje

Rede Nacional de Postos de Vigia para detetar incêndios entra em funcionamento hoje

Categoria Ambiente, Florestas

Os 72 postos de vigia para prevenir e detetar incêndios entram em funcionamento hoje com 288 vigilantes, passando este ano a estar ativos por um período mais alargado, indicou o Ministério da Administração Interna (MAI).

Numa nota enviada à agência Lusa, o ministério tutelado por Eduardo Cabrita adianta que estes 72 postos fazem parte da Rede Nacional de Postos de Vigia (rede primária) e vão estar em funcionamento entre 7 de maio e 6 de novembro durante 24 horas.

Este ano, os postos de vigia começam a funcionar uma semana mais cedo e terminam cinco semanas mais tarde do que em anos anteriores, quando iniciavam a 14 de maio com fim a 30 de setembro, segundo o Ministério da Administração Interna.

Os 288 vigilantes que vão garantir a Rede Nacional de Postos de Vigia são contratados pelo MAI no âmbito da prevenção e combate aos incêndios rurais.

O MAI sublinha ainda que esta rede vai ser reforçada entre 30 de junho e 15 de outubro quando entra em funcionamento a rede secundária com um total de 230 postos de vigia e 920 vigilantes das florestas.

Além dos postos de vigia da responsabilidade do Ministério da Administração Interna, a vigilância fixa é ainda efetuada em mais 13 postos geridos por entidades militares, municipais e privadas.

A Rede Nacional de Postos de Vigia assegura em todo o continente as funções de deteção fixa de ocorrências de incêndios.