REN entrega viaturas a oito corporações de bombeiros voluntários

REN entrega viaturas a oito corporações de bombeiros voluntários

Categoria Ambiente, Florestas

A REN – Redes Energéticas Nacionais, entregou ontem oito viaturas a oito corporações de Bombeiros Voluntários (Vila Nova de Poiares, Viana do Castelo, Batalha, Fundão, Trafaria, Montijo, Montemor-o-Novo e Ribeira de Pena), no âmbito da sua política de apoio às comunidades locais e à prevenção de incêndios florestais.

A cerimónia de entrega das chaves das viaturas aos comandantes das corporações de bombeiros, que se realizou nas instalações da REN, em Sacavém, contou com a presença do secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves e do presidente da Liga Portuguesa de Bombeiros, Jaime Marta Soares.

O administrador executivo da REN, João Faria Conceição, referiu durante a cerimónia, que a doação destas viaturas “é o apoio da REN ao trabalho realizado pelas corporações de bombeiros durante todo o ano e em particular na época dos incêndios”. João Faria Conceição explicou também que, no que diz respeito à prevenção de incêndios, a REN, que detém cerca de 8500 km de linhas elétricas, sendo que mais de 60% estão em espaços florestais, “durante o ano são implementadas um conjunto de ações, em articulação com as autoridades competentes, com o objetivo de manter as faixas limpas, mas também para facilitar o acesso dos Bombeiros e das Equipas de Proteção Civil”.

Ação da REN na defesa da floresta

– 8500 km de linhas elétricas. 60% em espaços florestais;

– Mais de 7000 km de servidões de linhas elétricas e cerca de 1400 km de gasodutos;

– 310 instalações;

– Contactados em média 20.000 proprietários por ano. Em 2018, cerca de 23.500 proprietários contatados;

– Entre 2014 e 2018, foi realizada a limpeza de mais de 22 mil hectares, o equivalente a 22 mil estádios de futebol;

– 64 veículos doados desde 2009, no âmbito da prevenção de fogos florestais. 37 veículos doados a Bombeiros Voluntários e 27 às equipas de prevenção de incêndios das autarquias;

– O trabalho foi desenvolvido com recurso a mais de 200 colaboradores dos nossos prestadores de serviços na área florestal e, só em 2018, envolveu um investimento superior a 6 milhões de euros;

Para o ano 2019, está planeado limpar mais 10% do que em 2018 e nos próximos anos prevê-se executar uma área global sempre superior a 7.000 ha/ano.