Renascimento obtém Certificação Excelência Weeelabex

Renascimento obtém Certificação Excelência Weeelabex

Categoria Ambiente, Resíduos

A empresa Renascimento – Gestão e Reciclagem de Resíduos acaba de obter uma certificação a nível europeu no tratamento de REEE, a Certificação Excelência Weeelabex para tratamento e reciclagem de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos, constituindo assim, conforme explica em comunicado, o primeiro operador nacional a conseguir esta distinção.

A Renascimento é detentora de três unidades especializadas no tratamento do fluxo específico dos Resíduos elétricos e eletrónicos (REEE) localizada no distrito de Lisboa, Aveiro e Faro. Estas unidades estão licenciadas e certificadas (normas ISO9001 e ISO14001 e OSHAS 18001) para rececionar e efetuar as várias etapas de tratamento deste tipo de resíduos. Cada categoria de REEE que dá entrada nas várias unidades de gestão de resíduos da Renascimento segue um processo de triagem e tratamento específico, sendo de destacar que todas as operações de recolha, transporte, gestão e tratamento estão licenciadas pelo Ministério do Ambiente.

A Renascimento é membro do sistema integrado de gestão de REEE gerido pelas entidades gestoras portuguesas Amb3E e ERP Portugal desde o início.

Tal como referido por Elsa Nascimento, diretora de Negócios e porta-voz da empresa, “estamos convictos que temos desenvolvido todos os esforços em Investigação e desenvolvimento assim como todos os investimentos financeiros necessários à implementação das melhores práticas disponíveis até à data, a Renascimento já iniciou em 2013 este processo de certificação do referencial Weeelabex (normas internacionais especificas para REEE), o qual significa a excelência no tratamento de REEE a nível europeu”.

Resultante da auditoria afeta a este processo para avaliação da conformidade, a qual decorreu no passado mês de novembro de 2015, a Renascimento obteve a pontuação de 92% para o tratamento de grandes equipamentos e de 93% referente ao processo de tratamento de pequenos equipamentos.

Paulo Nascimento, diretor operacional, refere ainda que todo o processo conducente à obtenção deste reconhecimento foi longo e penoso, já foi iniciado em 2013 através da realização de uma auditoria piloto que pretendeu “testar” a adaptabilidade da empresa ao referencial WeeelabexX e que no final de 2014 foram realizados os restantes testes formais de tratamento ou “batch tests” (auditoria operacional) que implicaram a mobilização, durante 3 dias, de toda a unidade de tratamento de REEE para aferição da nossa metodologia de tratamento e obtenção de taxas de tratamento e reciclagem com base em amostras representativas”.

Após a realização destes testes seguiu-se um ano de trabalhos que visaram a consolidação de todos os aspetos identificados neste procedimento e que conduziram à realização da última auditoria para obtenção do reconhecimento de excelência Weeelabex.

A Renascimento encontra-se assim listada e reconhecida oficialmente e internacionalmente como operador Weeelabex na List of attested Weeelabex Treatment Operators, sendo pois o único operador português a figurar na referida à data de hoje.

A direção da empresa acredita que este reconhecimento venha a incentivar ainda mais os fabricantes de equipamentos elétricos e eletrónicos, os importadores, os distribuidores, os armazenistas, a logística, as lojas de eletrodomésticos e o consumidor em geral a enviar os seus resíduos para empresas certificadas por estas normas, evitando desta forma o encaminhamento destes materiais para “sucateiros” e para empresas que não lhe garantam a mesma qualidade de serviço e a mesma proteção do ambiente.