Repsol aumenta circularidade dos materiais com nova categoria de polipropileno

Repsol aumenta circularidade dos materiais com nova categoria de polipropileno

Categoria Advisor, Empresas

A Repsol lança a sua nova categoria de polipropileno (PP) Repsol 25RXPP086Y1E para tecidos não tecidos, desenvolvida em conjunto com o cliente DNT Nonwoven Fabrics, que incorpora 25% de material reciclado pós-industrial, sem alterar as propriedades do produto final nem afetar a fiabilidade do processo. Com este projecto, a Repsol continua a contribuir para a economia circular, em linha com o compromisso que tem com a Circular Plastics Aliance (CPA) da Comissão Europeia, de aumentar o volume total de plástico reciclado no mercado comunitário até 10 milhões de toneladas em 2025.

Inserida na sua estratégia de circularidade e respondendo às necessidades do cliente DNT Nonwoven Fabrics, a Repsol concebeu o novo material reciclado que oferece consistência, tanto nas características como na qualidade da matéria-prima, proporcionando estabilidade no processo de transformação nas linhas de spunbond. Este material é especialmente adequado para aplicações no setor de fibras, às quais a DNT pertence.

Além disso, a empresa está a avaliar várias opções para incorporar material reciclado pós-consumo, bem como novas aplicações alternativas no setor de folhas de PP e tiras de PP. Este passo representa um novo sucesso na economia circular da Repsol para um tecido não tecido mais sustentável.