“Resolver o problema financeiro da empresa AdP não resolve a sustentabilidade do setor”

“Resolver o problema financeiro da empresa AdP não resolve a sustentabilidade do setor”

Oito meses depois da reestruturação do setor das águas que permitiu reduzir de 19 para cinco os sistemas multimunicipais, surgem as primeiras linhas da “reversão” do modelo.

Em entrevista ao Expresso, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes admite que o formato anterior permitiu baixar a dívida dos municípios ao grupo Águas de Portugal e o défice tarifário, mas lembra que “resolver o problema financeira da empresa AdP não resolve a sustentabilidade do setor”: Segundo o responsável, a AdP tem de estar sempre ao serviço do país e não de si própria, como se fosse uma empresa privada”.