Revolução de veículos elétricos chega a toda a Europa

Revolução de veículos elétricos chega a toda a Europa

Conduzir um veículo elétrico (VE) é agora uma opção viável num número cada vez maior de países europeus. Esta é a conclusão de uma nova pesquisa, publicada pela LeasePlan, antes do Fórum Económico Mundial que terá lugar na próxima semana em Davos.

O Índice mostra que a Noruega, a Holanda, a Suécia e a Áustria são os países europeus melhor preparados para a revolução dos veículos elétricos. Portugal ocupa a 8.ª posição entre os 22 países analisados, com um total de 5.487 VEs registados (0,5% por 1.000 habitantes, e uma quota de mercado de VEs de 3,1%).

Pela primeira vez, todos os países do Índice apresentam uma melhor pontuação do que no ano passado, demonstrando uma maior preparação para os VEs em todo o continente, embora a taxa de preparação varie significativamente em toda a Europa. As melhorias na preparação para os VEs devem-se principalmente a um avanço na infraestrutura de carregamento e uma maior variedade de modelos de VEs disponíveis, proporcionando aos consumidores uma escolha real.

O LeasePlan’s EV Readiness Index 2019 é uma análise abrangente sobre a preparação de 22 países europeus para a revolução do veículo elétrico. O Índice baseia-se em quatro fatores: a maturidade do mercado de VEs (incluindo também os híbridos plug-in), a maturidade da infraestrutura de VEs, incentivos governamentais e a experiência da LeasePlan com VEs em cada país.

Tex Gunning, CEO da LeasePlan, afirma: “Os responsáveis políticos devem intensificar e tomar medidas concertadas sobre a tributação e a infraestrutura dos veículos para tornar a condução elétrica uma opção viável para todos em toda a Europa. Embora o EV Readiness Index demonstre que a condução elétrica está a tornar-se uma opção viável num número crescente de países, ainda temos um longo caminho a percorrer antes de termos todas as pessoas a conduzirem um elétrico. A transição para os elétricos é uma das coisas mais simples que todos nós podemos fazer para ajudar a combater a mudança climática e todos devem poder ter a possibilidade de se tornarem verdes!”

Os destaques da pesquisa incluem:

– Em comparação com o ano passado, todos os 22 países do LeasePlan EV Readiness Index 2019 demonstraram uma maior preparação para os VEs, principalmente devido a uma maior variedade de novos modelos de VEs, com autonomias mais longas e melhor infraestrutura de carregamento;

– Finlândia (+7 lugares), Alemanha (+4) e Portugal (+4) melhoraram significativamente a sua classificação, como resultado de uma melhor infraestrutura de carregamento, uma maior percentagem de registos de VE e incentivos governamentais mais atraentes;

– A quota de mercado dos veículos elétricos está agora nos 3,1% em Portugal, 5,1% na Holanda, 5,2% na Finlândia e 7,6% na Suécia, enquanto a Noruega continua a ser o líder indiscutível com os VEs a representarem 53% de todos os veículos recém-registados;

– A Holanda tem a maior rede pública de pontos de carregamentos disponíveis (83,196), seguida da Alemanha (37,405) e da França (34,558). Quando adaptado à dimensão da população, os três principais países são agora a Holanda (4,8 postos de carregamento por 1.000 habitantes), a Noruega (4,5) e o Luxemburgo (1,9);

– Áustria, Irlanda, Alemanha e Holanda obtém a maior pontuação em termos de apoio governamental para veículos elétricos, incluindo subsídios de compra, benefícios fiscais de registo, benefícios de imposto de propriedade, benefícios fiscais para empresas e benefícios no IVA.

– Portugal ocupa a 8.ª posição entre os 22 países analisados, com um total de 5.487 VEs registados, o que representa 0,5% por 1.000 habitantes e uma quota de mercado de 3,1%. Em 2018 foram vendidos 2.805 VEs, 51% do total de VEs registados. Em relação à maturidade da infraestrutura de carregamento, refira-se que Portugal tem um total de 1.980 postos de postos públicos de carregamento divididos por 741 localizações (dos quais 74 rápidos), o que equivale a 0,19% por 1.000 habitantes e a 0,36% por VE registado.