Schneider Electric participa na Jornada “Eficiência Energética em Centros Históricos”

Schneider Electric participa na Jornada “Eficiência Energética em Centros Históricos”

Categoria Advisor, Agenda

A Schneider Electric, empresa na transformação digital em gestão de energia e automação, marcará presença no próximo dia 21 de setembro, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha em Coimbra, na jornada dedicada ao tema da “Eficiência Energética em Centros Históricos”. No ano em que se celebra o “Ano Europeu do Património Cultural”, a Direção Regional de Cultura do Centro reúne diversas entidades académicas e institucionais para debater os desafios, as oportunidades e as estratégias que a maioria dos centros históricos enfrenta. A participação da Schneider Electric estará a cargo de Rui Queiroga, Building Vice-President, que dará a conhecer a visão da empresa quanto ao compromisso em torno da reabilitação urbana.

A Jornada de “Eficiência Energética em Centros Históricos” tem como principais objetivos divulgar técnicas, tecnologias e metodologias relacionadas com a eficiência energética que permitam prever e salvaguardar possíveis consequências desta evolução no atual Património Cultural, incluindo infraestruturas, indústrias, edifícios, sistemas e equipamentos. Caberá à Schneider Electric, através de Rui Queiroga, apresentar a sua visão de como todas estas mudanças estão a impactar a forma como olhamos para a reabilitação urbana e as oportunidades que daqui podem surgir.

“Como parte integrante na sociedade cabe à Schneider Electric desenvolver cada vez mais sistemas e equipamentos que permitam salvaguardar o património de cada cultura, encorajando as pessoas a conhecer e proteger o seu valor único, refletindo no papel que este tem para as suas vidas”, afirma Rui Queiroga, Building Vice-President da Schneider Electric.

A renovação de edifícios históricos é para a maioria dos municípios portugueses uma realidade ainda distante devido aos custos associados. O papel da Schneider Electric passa por demonstrar que através da tecnologia e das soluções existentes, como a plataforma EcoStruxure, é possível trazer os centros históricos para o século XXI, dotando-os de inteligência e tornando-os eficientes em termos energéticos.

A organização deste evento é da inteira responsabilidade da Direção Regional de Cultura do Centro, como organismo da Administração Central do Estado, que tem como principal ação a salvaguarda, valorização e promoção do património cultural na região centro do país.