Schneider Electric: primeiras soluções de energia doméstica produzidas a partir de plásticos do oceano reciclados

Schneider Electric: primeiras soluções de energia doméstica produzidas a partir de plásticos do oceano reciclados

A Schneider Electric apresentou as primeiras soluções de energia doméstica produzidas a partir de plásticos do oceano. A gama Merten inclui tomadas e interruptores fabricados a partir de material do oceano reciclado e com embalagens sustentáveis, eliminando o material não reciclável e permitindo aos clientes dar mais um passo para atingir os objetivos de zero emissões líquidas.

Em estreia na CES 2022, a Schneider Electric é a primeira empresa do setor a oferecer soluções de energia doméstica produzidas a partir de plásticos do oceano reaproveitados, criando uma visão de economia circular verdadeiramente funcional.

Uma nova vida para as redes do oceano

A gama Merten da Schneider Electric, conhecida pelo seu design moderno e intemporal, inclui novos modelos produzidos a partir de redes de pesca de poliamida recolhidas do Oceano Índico e do Mar Arábico. Os clientes em mercados selecionados podem agora contribuir para a redução da poluição dos oceanos através da escolha de produtos sustentáveis – incluindo interruptores, tomadas e espelhos – sem comprometer a durabilidade e o estilo.

A oferta Merten Ocean Plastics foi reconhecida pela CES como vencedora do Innovation Award de 2022 na categoria de Sustentabilidade. A gama de produtos também é a primeira do setor a receber o nível de prata da certificação internacional Cradle to Cradle, pelo seu design de produto responsável e medidas tomadas para alcançar uma economia circular contínua.

O equipamento de pesca abandonado ou perdido representa cerca de 10% dos resíduos plásticos nos nossos oceanos. Os novos modelos Merten Ocean Plastic contribuem para reduzir as 640.000 toneladas de redes de pesca deixadas todos os anos no oceano e são o primeiro passo para tornar esta gama de produtos mais sustentável.

Parceria sustentável

A Schneider Electric estabeleceu uma parceria com a DSM, líder mundial em Saúde, Nutrição e Biociências, para transformar os resíduos de redes de pesca em plástico técnico de alta qualidade que pode ser utilizado em dispositivos elétricos.

A DSM colabora com diversas comunidades locais na Índia para recuperar e recolher as redes de pesca descartadas, proporcionando um benefício significativo para o ambiente e a economia local.

As redes de pesca abandonadas são depois cortadas, limpas, extrudidas e inspecionadas relativamente à qualidade, antes de serem enviadas para a DSM para serem processadas e se criar o composto Akulon Repurposed. A pegada de carbono deste novo composto é 82% inferior à do Nylon 6 tradicional utilizado em produtos similares, reduzindo assim o potencial impacto sobre o aquecimento global, a acidificação do ar e a formação fotoquímica de ozono no seu processo de fabrico.

O material final também contém 15% de fibra de vidro para tornar os produtos mais resistentes, resilientes e duradouros, de forma a cumprir todos os requisitos e normas de segurança elétrica necessários.

Embalagens 100% recicláveis

Para fortalecer ainda mais os seus compromissos de sustentabilidade, a Schneider Electric renovou também as embalagens dos seus produtos, eliminando todos os materiais de plástico de utilização única e não recicláveis do processo de acondicionamento.

A tecnologia pode ajudar-nos a criar soluções de energia mais inteligentes para reduzir as pegadas de carbono. Contudo, se os dispositivos forem de plástico de utilização única e a embalagem não for degradável, não conseguimos ultrapassar o primeiro obstáculo. Lidando com esta questão logo desde o início, a gama Merten System M dá um grande passo em direção às futuras embalagens 100% recicláveis da Schneider Electric. O design das embalagens inclui os logótipos reconhecidos das marcas Schneider Electric e Merten, juntamente com o símbolo de plástico do oceano.

“O desafio de desabituar o mundo do nosso vício de resíduos de plástico pode parecer impossível, mas a mudança é possível – e começa em casa. A colaboração entre a DSM e a Schneider Electric é uma estreia mundial e uma inovação no mercado. Esperamos abrir caminho para inovações ainda mais sustentáveis na indústria das soluções elétricas e suscitar mais inspiração e inovação durante anos,” afirmou YiFu Qi, Executive Vice-President of Global Home and Distribution da Schneider Elecric. “A gama Merten de material do oceano reciclado é apenas a primeira de muitas soluções sustentáveis da Schneider Electric e mais um dos passos que temos dado para ajudar os nossos clientes a atingir os objetivos globais de zero emissões líquidas. O futuro da produção no setor das soluções elétricas tem de ser verde. Utilizar os materiais certos desde o início é essencial para criar uma economia circular neste setor.”

“Para fazer face ao desafio global dos plásticos do oceano, será necessário que todo o nosso setor assuma a responsabilidade e encontre soluções inovadoras para impulsionar uma transformação circular,” comentou Helen Mets, Executive Vice-President Material da DSM. “Através da nossa colaboração com a Schneider Electric, pretendemos dar um pequeno passo no sentido de manter uma vida marinha mais saudável, praias sem lixo e oceanos mais limpos. Para além disso, a iniciativa também cria empregos e contribui para os meios de subsistência locais – tudo isto ao mesmo tempo que proporciona, a proprietários e residentes, tomadas elétricas seguras e elegantes e com consciência ecológica. Juntos, podemos criar procura por plásticos reutilizados e ajudar a encontrar uma segunda casa para materiais recicláveis descartados.”