Secretário de Estado anuncia Comissão Executiva para “repensar o PERSU 2020”

Secretário de Estado anuncia Comissão Executiva para “repensar o PERSU 2020”

Está a decorrer durante esta quinta-feira, dia 14 de dezembro, na Fundação Cidade de Lisboa, o VII Encontro Nacional de Gestão de Resíduos, organizado pela Associação Portuguesa de Empresas de Tecnologias Ambientais (APEMETA).

Na sessão de abertura deste seminário, Carlos Martins, secretário de Estado do Ambiente, começou por realçar o papel da APEMETA, “ao divulgar boas práticas ambientais e casos de sucesso em torno do tema dos resíduos”.

Este VII Encontro Nacional subordina-se à temática dos 5R’s -Reciclar, Repensar, Reduzir, Recuperar e Re(i)novar, que o secretário de Estado fez questão de analisar sinteticamente. Na sua intervenção, o responsável deu conta da nova diretiva de resíduos da Comissão Europeia e que na sua opinião “vão colocar as entidades gestoras e os municípios sob uma grande pressão ao nível dos objetivos a cumprir”.

“Refiro-me, nomeadamente à recolha seletiva dos orgânicos que vai estar em cima da mesa como peça estrutural dessa diretiva e que vai obrigar à necessidade de grandes investimentos, sobretudo em veículos e sistemas de reposição, o que desse ponto de vista, antecipa uma grande revolução”, sustentou.

Por outro lado, Carlos Martins falou ainda do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE), que a partir do dia 1 de janeiro de 2018 estará à responsabilidade de três entidades licenciadas. Recorde-se que até agora, apenas a Sociedade Ponto Verde assegurava a totalidade desse sistema.

“Quanto à questão de termos agora mais do que uma entidade licenciada na gestão dos resíduos de embalagens nos urbanos, se uns achavam que a concorrência é um fator muito positivo, eu considero que tem sempre um risco, que é o de que cada entidade trabalhe apenas para o seu próprio mínimo de standard”, considerou. No entanto, o governante considera que esta será um boa medida para o setor.

Por fim, Carlos Martins deu conta de uma reunião, que ocorreu na semana passada,  onde estiverem presentes alguns dos principais players do setor de resíduos urbanos e onde ficou acordado o “repensar do Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos (PERSU) 2020”.

“Essa redefinição vai mesmo avançar. É a convicção de todos os que estão envolvidos num reposicionamento da estratégia que estava desenhada e que será feita ainda este mês”, afirma o secretário de Estado do Ambiente, realçando que irá existir uma comissão executiva para “desenhar um PERSU 2020 a pensar nas metas da nova diretiva e naquilo que se pretende para 2025”.

Antes da intervenção do secretário de Estado, Carlos Iglésias, presidente da direção da APEMETA, sublinhou a importância deste encontro, que encerra um ciclo de seminários realizados ao longo do ano pela associação, e onde se pode debater sobre “a transformação digitalização da economia, das empresas e da administração que trará vantagem para todas as partes interessadas”.

No encontro deste ano, a APEMETA associou o evento a uma recolha solidária, que irá reverter a favor do Centro Paroquial do Campo Grande. Ao longo do dia, todos os participantes e interessados poderão contribuir com produtos de higiene para crianças e adultos, creme hidratante para idosos, brinquedos e livros.

Ricardo Ramos Gonçalves