1

Segunda edição do MyCloma Fest regressa à cidade do Porto com foco foco no consumo sustentável

Nos próximos dias 4 e 5 de dezembro, entre as 11h as 20h, decorre o MyCloma Fest. O Ateneu Comercial do Porto é o local que vai acolher este “mercado sustentável” que apresenta diversas alternativas de baixo impacto ambiental naquela que é a época de maior consumo a nível global.

O mercado ecológico vai reunir diferentes marcas, artistas e pequenos produtores com um objetivo comum: “promover uma atitude de compra responsável e ética, com vista à preservação do planeta”. Segundo uma nota divulgada à imprensa, a iniciativa tem entrada gratuita e é organizada pela MyCloma, uma plataforma portuguesa de compra e venda de roupa em segunda mão.

Para além da venda de roupa em segunda mão da MyCloma, o Salão Nobre do Ateneu Comercial do Porto vai contar com a presença de artistas portugueses como a “MINERAL Organic Crafts” (especializada em difusores de cerâmica, artesanais e biodegradáveis), o arquiteto Nuno Sarmento e a escultora americana Juna Wesley (que desenvolveram uma coleção conjunta de desenho e impressão manual) e, ainda, a designer gráfica Ana Seixas (que aplica as suas ilustrações em bens diversos como pins, cerâmicas, posters ou papel de embrulho).

Estarão igualmente representadas outras marcas made in Portugal e produtores com negócios locais como a “CerAmor Cerâmica”, a “Amaciar-te” e a “Zero Plástico”, com propostas que vão da loiça em cerâmica, à cosmética natural, passando pelos produtos de primeira necessidade e complementos para uma rotina diária mais eco-friendly. De forma a tornar o espaço visualmente mais atrativo e a reforçar o posicionamento ambientalmente responsável, a organização irá ceder a todos os pontos de venda uma toalha da “Do Zero X Puranna” (feita através de stock morto ou de excedentes de fábricas têxteis portuguesas).

Destaque também para a presença de alguns projetos ligados à área alimentar como a “Meia laranja”, a “Pau de Canela”, a “Butter Sweet” e os “Deuses do Malte” ou, ainda, a participação do dueto de jazz Alexandre Curopos e André Soares, no sábado, e a presença do Pai Natal no domingo, dia dedicado às crianças. Ainda com foco no público infantil, a MyCloma irá ter, pela primeira vez, roupa dos 0 aos 4 anos com preços muito apelativos, que começam nos 0,50€. Num prisma mais social, a iniciativa está a apelar à recolha de brinquedos usados, depois entregues a duas IPSS: a “Associação T’ Success” e a Obra de N.a Sr.a das Candeias.

O primeiro MyCloma Fest, em junho passado, estiveram mais de três mil pessoas, o que faz prever que nesta edição de Natal – onde a predisposição para a compra é superior, assim como a localização mais central – o número seja ultrapassado, lê-se numa nota.

De acordo com Inês Juvandes, co- fundadora da MyCloma, “a segunda edição do MyCloma Fest reforça a aposta na área da sustentabilidade e da responsabilidade social e será mais um passo decisivo na história da empresa. A relação com os parceiros escolhidos sairá reforçada e abrirá caminho a novos desafios e oportunidades. O espírito de magia da época vai tornar este evento ainda mais especial e inesquecível para quem nos visitar, não temos dúvidas”.