Seixal: Autarquia apresenta equipamentos de monda térmica inovadores na Península Ibérica

Seixal: Autarquia apresenta equipamentos de monda térmica inovadores na Península Ibérica

Na próxima segunda-feira, dia 14 de janeiro, tem lugar às 10h30, a apresentação pública de três novos equipamentos adquiridos pela Câmara Municipal do Seixal que permitem eliminar as ervas sem uso de herbicidas.

O ponto de encontro, segundo a nota enviada à imprensa, será no edifício dos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal, pelas 10 horas, seguindo-se depois para a Quinta do Outeiro, onde se inicia a demonstração do funcionamento dos referidos equipamentos. A iniciativa conta também com a presença de 35 alunos de duas turmas da Escola Básica Dr. António Augusto Louro que têm interesse em conhecer estes equipamentos e que irão assim assistir ao vivo ao seu funcionamento.

“Procurando qualificar o trabalho realizado na área da salubridade e manutenção de espaços públicos e tendo em conta a recomendação para a redução da utilização do glifosato no combate às infestantes”, o município do Seixal refere que “adquiriu estes três equipamentos de monda térmica, inovadores na península Ibérica, que facilitam a desmatação e eliminação de ervas em espaços públicos (terrenos e passeios), usando apenas água quente, o que permite a eliminação do uso de herbicidas”.

Um dos equipamentos está equipado com um sistema de sensor, patenteado, o qual otimiza a utilização da água em cerca de 70%, garantindo uma maior eficiência e uma mais ampla cobertura no combate às ervas, a par de uma efetiva poupança de água.

“Estes equipamentos irão melhorar, para além do serviço prestado, as condições de trabalho dos funcionários da autarquia e a saúde pública, com a eliminação dos herbicidas”, lê-se na nota.

A Organização Mundial de Saúde classificou já o glifosato (herbicida mais usado no combate às ervas em espaços públicos) como “Carcinogéneo provável para o ser humano”, pelo que a Câmara Municipal do Seixal pretende deixar de utilizar esta substância para não prejudicar a saúde dos nossos munícipes.