Semana da Proteção Civil: 1500 jovens aprendem como agir em caso de catástrofe natural

Semana da Proteção Civil: 1500 jovens aprendem como agir em caso de catástrofe natural

Arrancou ontem, 27 de março, a 6.ª edição da Semana da Proteção Civil da Câmara Municipal de Cascais, que este ano vai debater os “Riscos Naturais” até 2 de abril. Vão, por isso, decorrer várias ações no CascaiShopping, em Alcabideche, com o objetivo de sensibilizar para as consequências de uma catástrofe natural.

Ao longo da semana, são mais de 1500 os jovens envolvidos em ações de sensibilização, que visam não só demonstrar como funcionam os diversos agentes de proteção civil no concelho, como também envolver a população em geral e as escolas, alertando para a importância da prevenção e minimização de riscos em situações de emergência.

Vão decorrer demonstrações técnicas e equestres, mass training, exposições e atuações musicais, entre outras atividades que integram o programa da 6.ª edição da Semana da Proteção Civil de Cascais.

Durante o arranque da iniciativa, o presidente da autarquia, Carlos Carreiras, afirmou que “cada um de nós tem que se assumir como agente da proteção civil em qualquer lugar que aconteça uma eventualidade”. Acrescentando que, neste caso, os jovens “vão transmitir depois aos adultos aquilo que aprenderam e como agir face a cada situação de potencial risco”.

Um dos pontos altos desta semana é, ainda, o seminário “Proteção Civil – Comunicações, Aviso e Alerta”, a realizar-se na próxima sexta-feira, dia 31, às 9h30, nos Cinemas NOS do CascaiShopping. Aberto a toda a comunidade, aí serão analisados os riscos, as medidas de segurança e de proteção e como alertar a população numa situação de emergência. Os interessados devem increver-se no portal da Câmara Municipal de Cascais.