Sintra investe 500 mil euros na renovação da contentorização nas zonas balneares

Sintra investe 500 mil euros na renovação da contentorização nas zonas balneares

Categoria Ambiente, Resíduos

O município de Sintra vai renovar a contentorização nas zonas balneares do concelho, com a instalação de 174 contentores enterrados, em substituição de equipamentos de superfície. Um investimento dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Sintra (SMAS de Sintra) no montante de 500 mil euros, que arrancou esta semana na Praia das Maçãs, lê-se num comunicado.

Esta intervenção nas zonas balneares, que engloba “50 pontos de deposição”, insere-se na “estratégia de renovação de equipamentos em áreas emblemáticas do concelho de Sintra ou que registem uma elevada produção de resíduos, ainda que sazonal”, com o objetivo de “aumentar a capacidade instalada de deposição, reduzir o impacto visual no espaço público e uma otimização dos meios operacionais de recolha”, precisa uma nota divulgada pelos SMAS de Sintra.

Abrangendo as zonas balneares e localidades adjacentes da área litoral do concelho, a renovação da contentorização vai ter lugar em localidades como Almoçageme, Alto do Rodízio, Azenhas do Mar, Azóia, Mucifal, Ulgueira, Várzea de Colares (Freguesia de Colares); em Arneiro dos Marinheiros, Assafora, Gouveia, Magoito e Fontanelas (União de Freguesias de São João das Lampas e Terrugem); e em Janas e Nafarros (União de Freguesias de Sintra).

A área de intervenção é caracterizada por contentorização de superfície, com capacidade média de mil litros para os resíduos indiferenciados e até aos 3.200 litros ao nível da recolha seletiva. De acordo com os SMAS de Sintra, “os novos equipamentos têm uma capacidade que varia entre os 3 m3 (vidro) e os 5 m3 (indiferenciados, plástico/metal e papel/cartão), e apresentam uma maior capacidade de deposição, melhoram a acessibilidade e higiene e valorizam o ambiente”.

À semelhança do que sucedeu na Praia Grande, cuja renovação ocorreu em 2020, os contentores situados na frente marítima vão integrar materiais mais duradouros, no sentido de melhor responder às condições atmosféricas da orla costeira. Na Praia Grande, em sete pontos de deposição, foram instalados 25 contentores, que incluem uma mensagem que apela à adoção de boas práticas ambientais por parte dos cidadãos, assente na mensagem de que: “O que não acaba aqui, acaba no Mar”.

Os SMAS de Sintra vão investir quatro milhões de euros na renovação de contentorização em todo o concelho, com destaque para as intervenções em curso em Mem Martins, com instalação de 234 equipamentos, e na Serra das Minas, com substituição de 195 contentores.