Sistema ferroviário holandês poderá depender apenas de energia eólica em 2018

Sistema ferroviário holandês poderá depender apenas de energia eólica em 2018

Categoria Ambiente, Energia

Metade da energia consumida pelo sistema ferroviário holandês já é renovável e provém, unicamente, do vento. Mas as autoridades holandesas querem mais e, ambicionam, que os quase três mil quilómetros de ferrovia daquele país recorram em exclusivo a energias renováveis.

O desafio para criar, em três anos, aquele que será o sistema ferroviário mais amigo do ambiente do mundo pode vir a ser concretizado via o acordo agora assinado entre a Eneco (operador holandês de energia) e a Vivens (companhia de caminhos de ferros holandeses). O volume de energia que a Eneco vai agora fornecer ao sistema ferroviário vai ser igual ao total consumido por todas as casas em Amesterdão.

Segundo a notícia do “Railway-Tecnonology.com”, mais de metade das quintas eólicas que vão produzir a energia necessária aos comboios holandeses situam-se naquele país. As restantes distribuem-se pela Bélgica e em alguns países escandinavos.

Os termos do acordo preveem que em 2017 já 70% do sistema ferroviário utilize apenas energia eólica. No ano seguinte, o objetivo é conseguir atingir a totalidade dos comboios que integram o sistema ferroviário holandês.